Irmandade Muçulmana Invade Catedral Nacional em Washington

pelo Dr. Sebastian Gorka,

 

Há 100 anos, hoje, o último califa ou imperador do islamismo, declarou a última Jihad contra os infiéis – e hoje é a primeira vez que a Catedral Nacional, na capital do país vai sediar orações muçulmanas.

A maioria dos americanos não tem idéia de que, como parte da I Guerra Mundial, o então califa do Império Otomano declarou uma guerra santa contra os infiéis, como era seu direito dentro da lei sharia e da teologia islâmica. Você pode ler a fatwa completa aqui (ignore a data de 1915, o que é um erro de digitação original).

Esta afirmação do último califa do que era o império teocrático do Islã foi o catalisador que levou ao genocídio religiosamente alimentado contra os cristãos armênios e assírios.

Os líderes das igrejas episcopais que aceitaram as orações muçulmanas de acolhimento no interior da catedral de Washington provavelmente não tem idéia do que aconteceu há um século na Ásia Menor, ou mesmo que houvesse um califa no cargo no início do século 20.

No entanto, podemos ter a certeza de que os co-organizadores fazem, Leia Mais

Obama ‘Usando A Lei Federal Para Atingir aos Cristãos’

O propósito é “discriminar as organizações religiosas que se opõem ao aborto”

 

por Bob Unruh,

 

 

O Obamacare tem sido contestado no tribunal desde que foi lançado, com acusações de que é inconstitucional, de que viola os direitos religiosos, invade a privacidade e ilegalmente ordena ao consumidor que compre um produto.

Agora, uma nova ação judicial, feita por quatro instituições cristãs, argumenta que a administração Obama está usando a lei para atacar aos grupos religiosos que se opõem à promoção do aborto pela Casa Branca.

Os autores alegam que “o propósito” da ordenança do Obamacare é que os empregadores paguem por contraceptivos que causam o aborto e o aborto “é para discriminação contra as organizações religiosas”.

A denúncia cita então a Secretária de Saúde e Serviços Humanos, Kathleen Sebelius, que compara os adversários do Obamacare com “as pessoas que se opunham à legislação dos direitos civis na década de 1960” e afirma que defender a lei exige a mesma ação que foi mostrado “na luta contra o linchamento e a luta pela desagregação”.

Advogados em conjunto com a organização Aliança em Defesa da  Liberdade estão representando a Associação das Escolas Cristãs Internacional, Ministérios Samaritanos Internacional, Universidade Taylor e Universidade Indiana Wesleyan, no caso contra a Secretária de Saúde e Serviços Humanos, Sylvia Burwell, o Secretário do Trabalho, Thomas Perez, e outros.

O Supremo Tribunal Federal já se pronunciou que a ordenança do aborto não pode forçar aos empresários a violarem sua fé.

Assim, a Casa Branca ofereceu uma “acomodação”, em que as drogas Leia Mais

O acolhimento pelos EUA do Irã vai ajudar apenas ao Estado Islâmico

A oferta para cooperar com o Irã contra o ISIS é infrutífera. O Irã e Assad querem jogar gasolina no fogo enquanto vestem roupas de bombeiro.

por Ryan Mauro,

 

O Secretário de Estado dos EUA, John Kerry (direita), e o Ministro das Relações Exteriores iraniano, Javad Zarif (esquerda) apertam as mãos com a enviada da UE, Catherine Ashton, e o Ministro das Relações Exteriores de Omã, Yussef bin Alawi, assistindo. Zarif iniciou conversações com Kerry e Ashton em Omã em 9 de novembro de 2014 para acabar com um impasse sobre o programa nuclear de Teerã.

 

Como o prazo de 24 de Novembro para um acordo com o Irã se aproxima, o presidente Obama escreveu uma carta secreta ao líder supremo Khamenei supostamente sugerindo um vínculo comum contra o grupo terrorista Estado Islâmico (ISIS ou ISIL).

A carta, não publicada, teria oferecido uma cooperação com o Irã contra o ISIS se um acordo nuclear fosse atingido. O Secretário de Estado Kerry disse que isso é incorreto e que as negociações nucleares estão sendo tratadas como uma questão totalmente independente.

A evidência suporta o que Kerry diz, já que o Irã rejeitou publicamente uma cooperação com os EUA contra o ISIS em setembro. Já houve algum nível de coordenação indireta, como os ataques aéreos Leia Mais

Escola proíbe alunos de orarem juntos

Escola avisa que o discurso religioso viola “a separação entre Igreja e Estado”

 

por Drew Zahn,

 

Chase  Windebank

 

Nos últimos três anos, o aluno veterano do ensino médio, Chase  Windebank, tem se reunido com outros estudantes durante um período livre designado para discutirem a sua fé cristã, orarem e até cantarem juntos.

Mas em 29 de setembro, o diretor-assistente da escola Pine Creek, em Colorado Springs, no Colorado, disse aos alunos que eles tem que parar, porque violam a “separação entre Igreja e Estado”.

Encontros religiosos para discussões, a escola insiste, só podem ter lugar antes ou depois do horário escolar.

Agora, com a ajuda de advogados da Aliança da Defesa e da Liberdade, ou ADF, Windebank está processando a escola para retirar a proibição e restaurar o que, segundo ele, está protegido pelo direito da Primeira Emenda.

“Longe de ser inconstitucional, o discurso religioso é expressamente protegido pela Primeira Emenda”, diz o conselheiro jurídico da ADF, Matt Sharp, “e as escolas públicas não tem nenhum poder de impedir os alunos de orarem juntos durante seu tempo livre”.

“As escolas públicas devem incentivar a livre troca de idéias”, acrescenta o conselheiro jurídico sênior da ADF, Jeremy Tedesco. “Em vez disso, esta escola implementou uma proibição mal concebida que designa o discurso religioso para a censura durante o tempo livre”.

A controvérsia gira em torno do uso do período do “Seminário”, uma janela de 40 minutos, quando os alunos Leia Mais

Inglaterra Faz Uma Nova Lei: Escolas Que Ensinam Contra A Homossexualidade Serão Fechadas

por Theodore Shoebat,

A tirania homo só está ficando pior e pior. Com o aumento da tolerância ao mal, vem o aumento da tirania. Agora, o governo britânico está decretando que qualquer escola que ensine contra o homossexualismo será fechada, de acordo com o Daily Mail (artigo aqui):

 

Secretária de Educação, Nicky Morgan, disse que qualquer escola que seja encontrada “doutrinando” as crianças contra a homossexualidade serão fechadas.

 

Escolas que forem encontradas ‘doutrinando os alunos sobre os gays’ serão fechadas sob as novas regras destinadas a promoverem os “valores britânicos”, confirmou o Governo hoje (02/11/2014).

O Departamento de Educação insistia que era um “absurdo” sugerir que os professores teriam de dar lições sobre os direitos dos homossexuais.

Mas um porta-voz da Ofsted, o Escritório para Padrões em Educação do Reino Unido e dos Serviços e Habilidades para Crianças, o qual introduziu as novas regras na esteira da trama islâmica do “Cavalo de Tróia” (são escolas assumidas por gestores muçulmanos que impuseram padrões educacionais islâmicos às mesmas) que é uma conspiração para radicalizar os alunos em Birmingham, este porta-voz insistiu que era o correto garantir que as escolas não seriam um terreno fértil para a homofobia.

Um porta-voz disse: “A Ofsted está justamente assegurando que as escolas não doutrinarão os alunos sobre os gays – ou quaisquer outras pessoas – como sendo inferiores”.

“O mesmo vale para as escolas que fazem coisas como obrigar as meninas a sentarem-se separadamente na parte de trás da classe. Ambas são práticas que vão diretamente contra os valores britânicos fundamentais Leia Mais

Cristãos Indignados Com As Ordens Para Ensinarem ‘Outras Religiões’

‘Estamos extremamente preocupados’ sobre aonde as exigências do governo irão chegar

 

por Bob Unruh,

 

 

As novas ameaças do governo britânico de que uma escola cristã, que anteriormente era classificada como “bom” e “excelente”, pode ser fechada se não promover “outras religiões”, são baseadas em novos regulamentos que precisam ser revistos, de acordo com funcionários da escola.

O site WND relatou que o inspetor de ensino oficial do Reino Unido disse à uma escola cristã independente que ela está fora de sintonia com os “valores britânicos” prescritos pelo governo e deve convidar alguém de outra fé, como um imã muçulmano, para liderar as assembléias ou corre o risco de ser fechada.

A ameaça vem em meio a uma série de novas inspeções escolares impostas pelo governo em resposta a um escândalo chamado de “Cavalo de Tróia”, em que várias escolas públicas Leia Mais

Apagando Deus Da Escola

Por Richard Greene,

 

 

Paul Rubeo sentou-se atordoado. Ele repetiu a mensagem de voz da professora da quinta série do seu filho e fez uma careta:

Bom dia, Sr. Rubeo. O Giovanni ligou para você, porque eu pedi para ele o fazer. Notei que ele tem um livro, um livro religioso, na sala de aula. Ele não está autorizado a ler esses livros em minha sala de aula“.

O livro em questão? A Bíblia.

Tudo começou com Giovanni lendo a Bíblia durante o tempo livre de leitura em sua escola primária em Fort Lauderdale, Flórida, e sua professora o instruiu a colocá-lo para fora porque ele não era um livro aprovado. Giovanni cumpriu a ordem, mas não entendeu.

“Eu queria ler a Bíblia porque ela me dá muita sabedoria e me ajuda muito”, disse ele para a revista “Decision”. “Todos os outros garotos leem qualquer livro que eles queiram, então por que eu não podia ler a Bíblia?”.

Quando Giovanni explicou a situação para o seu pai e perguntou-lhe o que deveria fazer, Paul pesquisou na Internet. Ele disse a seu filho que sua professora estava violando Leia Mais