Mobília Adequada

Conta-se que, certa vez, um judeu americano em viagem, ao fazer uma visita a um amigo, estranhou que na casa do mesmo só havia uma mesa, uma cadeira e uma cama, e indagou: “onde está o resto dos seus móveis, as outras coisas de que precisa?”. A resposta foi uma pergunta: “E onde está a sua mobília?”. O visitante respondeu intrigado: “Eu sou um turista e não preciso de mobília, pois não vou parar muito tempo neste lugar”. Então o amigo sorriu e disse: “Eu também sou um turista aqui. Este mundo é somente o vestíbulo do mundo vindouro … e para um vestíbulo, essa mobília é bastante adequada”.

Quantos de nós somos capazes de perceber a vida aqui desta mesma forma?! As coisas que temos e que nos cercam, o que realmente elas representam para nós?! Em certo sentido, evitando cometer excessos ou ser extremista nessa questão, tolamente tentamos povoar a nossa “ante-sala”, nossa vida neste tempo, de bens materiais … carros, móveis, etc …, enquanto que pouco ou nada fazemos para nos prepararmos mais adequadamente para a nossa estadia permanente na “sala de estar” da vida eterna, o mundo vindouro!

Costumo dizer e lembrar que daqui nada podemos levar para o mundo vindouro, exceto o bem que aqui fazemos e as pessoas as quais conseguirmos ser um canal para que elas também possam seguir para o mundo vindouro que o SENHOR preparou para aqueles que foram “comprados a preço de sangue” por meio da cruz … sendo assim, recomendo que medite nisso, pois o meu Senhor e Salvador é o maior exemplo e a essência do que esta reflexão busca nos ensinar! Por isso Ele mesmo nos aconselhou …

Não acumuleis para vós outros tesouros sobre a terra, onde a traça e a ferrugem corroem e onde ladrões escavam e roubam; mas ajuntai para vós outros tesouros no céu, onde traça nem ferrugem corrói, e onde ladrões não escavam, nem roubam; porque, onde está o teu tesouro, aí estará também o teu coração.” (Mateus 6:19-21)

Que o SENHOR abençoe o seu dia! 🙏❤️

Atuação de Deus no Silêncio

Muitas vezes em nossa vida, a atuação de Deus é como no livro de Ester, onde Deus fica em silêncio, oculto … nem mesmo o Seu nome é mencionado diretamente … o mundo parece então perder a cor e o brilho, tudo fica cinza e lúgubre …

Contudo, assim como também é no livro de Ester onde o nome de Deus está efetivamente escondido, cifrado no texto, assim é em nossa vida quando se observa com o devido cuidado e atenção aos detalhes, então percebe-se as “mãos” e a “assinatura” do SENHOR por detrás das ações mais importantes que estão ocorrendo, por vezes Ele atua se contrapondo ao mal e em outras apoiando ao bem … tudo isso está atuando em conjunto para transformar uma situação que antes parecia agir inexoravelmente para lhe causar um grande mal, mas que na verdade terminará agindo em seu favor, fazendo-lhe um grande bem … mudando as trevas em luz … tornando aquilo que parecia ser uma sentença de maldição em uma grande benção sem medida!

Sei que muitas vezes, pelas situações que se colocam contra nós … e eu sei bem disso porque também tenho vivido situações assim …, a esperança parece desvanecer e uma solução parece difícil e muito distante, talvez até impossível … entretanto tenha ânimo e força … mantenha a fé e a confiança naquEle que TUDO pode e que atua em favor dos que nEle esperam!

Que o SENHOR lhe abençoe grandemente! 🙏❤️

Quando Estamos no Deserto

O deserto é um lugar de desolação e aridez, onde não há referências que nos possam dar uma direção certa, pois a paisagem se mostra sempre de um mesmo “vazio” de vida por todos os lados … a palavra “Deserto” em Português vem do Latim DESERTUS, que significa “lugar arruinado, árido”, literalmente “algo abandonado” e vem da palavra DESERTARE, ligado a DESERERE, “abandonar, esquecer, deixar de lado” … sendo assim o deserto é um lugar de esquecimento, de abandono, de fome e sede; associado tradicionalmente a habitação de animais perigosos e peçonhentos … lugar de demônios e de morte.

Quando você estiver no “deserto” de sua vida, onde você sente-se só, árido, desolado e perdido … sem referências ou caminhos para sair dele … saiba que uma das formas mais eficazes de você se guiar num deserto, e assim sair dele, é olhando para o céu. Os marcos e referências num deserto não estão em seu relevo, pois muitas vezes tudo parece igual, então nessas horas saber “ler” os caminhos apontados nos céus é de onde virá a direção certa! … tendo isso em mente, saiba que o céu revelou-se ao homem por meio da Palavra de Deus, portanto quando estiver passando por um deserto em sua vida, recomendo que você leia as Escrituras; nela você terá a direção certa para sair desse ambiente árido de deserto … a Palavra de Deus irá lhe proporcionar o alimento e a água necessários para que você consiga passar por essa dura ( e por vezes longa ) jornada no deserto em direção a um local de descanso, um lugar verdejante e irrigado por correntes de águas limpas e refrescantes, onde tudo aponta para a vida … e vida abundante!

Não por acaso, a palavra hebraica para deserto é מדבר “midbar” que vem da raiz דבר “dabar” que significa “palavra, fala, conversa” … isso nos aponta que o SENHOR permite muitas vezes estarmos passando por um “deserto” em nossas vidas … sozinhos e desorientados … para que possamos ouvir a Palavra do SENHOR, conversar com Ele, então iremos entender que tudo de que precisamos realmente é de Sua Palavra, nada além disso! Por meio da Palavra teremos a provisão e direção necessárias. Foi no deserto que Moisés falou com o SENHOR face-a-face, dessa forma é no deserto que devemos buscar a Face do SENHOR, ouvir a Sua Palavra e então falar-lhe face-a-face por meio de Cristo, pois Jesus é o verbo de Deus, a Palavra encarnada … Ele é o caminho da salvação, a verdade que nos liberta e a vida … vida eterna … vida abundante! … “Quem tem ouvidos [ para ouvir ], ouça!” (Mateus 13:9)

Que o SENHOR resplandeça a Sua Face sobre ti e lhe proporcione Sua Shalom ( paz, completude, bem-estar, segurança, saúde, prosperidade ) que excede a todo entendimento! 🙏❤️

Assim diz o SENHOR: ‘O povo que escapou da morte achou graça no deserto’. Quando Israel buscava descanso, o SENHOR lhe apareceu no passado, dizendo: ‘Com amor eterno Eu te amei; por isso, com bondade te atraí … Há esperança para o teu futuro’, declara o SENHOR.” (Jeremias 31:2,3,17a)

Corações Gelados do Tempo do Fim desta Era

É triste de se observar e comprovar que a época em que vivemos reafirma, a cada dia que passa, que a situação do coração de muitos no fim desta era está alinhando-se com a descrição dada por Paulo para Timóteo … e isso há cerca de 2000 anos.

Paulo citou 19 características que podem ser mais e mais percebidas quando se observa o nosso dia-a-dia, os seus eventos e as notícias que se avolumam, tanto de maneira local quanto global …

Sabe, porém, isto: nos últimos dias, sobrevirão tempos [ καιρος kairos ] terríveis [ χαλεπος chalepos … difíceis, perigosos, ferozes ], pois os homens serão:
– egoístas,
– avarentos,
– presunçosos,
– arrogantes,
– blasfemadores,
– desobedientes aos pais,
– ingratos,
– irreverentes,
– desafeiçoados,
– implacáveis,
– caluniadores,
– sem domínio de si,
– cruéis,
– inimigos do bem,
– traidores,
– atrevidos,
– soberbos,
– mais amantes dos prazeres do que amigos de Deus,
– tendo aparência de piedade, mas negando o seu poder.” (2 Timóteo 3:1-5)

É notável se observar como o amor é mal dirigido em muitos aspectos e em outros inexistente … amantes de si mesmos ( egoístas, presunçosos, soberbos, arrogantes ), amantes do dinheiro ( avarentos ), mais amantes dos prazeres do que amigos de Deus … sem amor aos pais ( desobedientes aos pais, ingratos ), sem amor ao próximo ( desafeiçoados, cruéis, implacáveis, traidores, atrevidos, ingratos, caluniadores ) … sem amor a Deus, pois são inimigos do bem e negam a piedade … vemos um egocentrismo sem Deus se tornando a “norma” dia-a-dia, um niilismo crescente …

Embora o apóstolo Paulo estivesse sendo profético ( isto é, falando do fim dos dias desta era, por isso o uso do termo grego “καιροςkairos ), ele ligou também essas 19 características ao caráter de falsos mestres presentes na igreja, e advertiu Timóteo de que Satanás pode se “disfarçar” como sendo um “anjo de luz”. Portanto, não devemos ter nada a ver com aqueles que pervertem a mensagem do evangelho ( 2 Timóteo 3:5b, “Foge também destes” ). Esses falsos mestres terão o seu fim, assim como ocorreu com “Janes e Jambres” ( Paulo aqui cita um midrash sobre a identidade de dois dos magos egípcios que se opuseram a Moisés e cujas varas foram engolidas pela vara de Arão em Êxodo 7:11,12 ).

Note que Paulo em 2 Timóteo 3:1 afirma que o tempo antes do fim desta era seria perigoso ( χαλεπός em grego ). Em todo o Novo Testamento, o único outro lugar onde encontramos esta palavra grega está em Mateus 8:28, onde se descreve a feroz atividade demoníaca. De fato, a palavra “perigoso” provavelmente vem de um verbo grego ( χαλάω chalao ) que significa “baixar de um lugar alto para outro inferior”, criando assim uma espécie de “abismo” ou “fenda espiritual”, o que sugere novamente que a atividade de Satanás seria aumentada sobre a terra. Portanto, nos “Últimos Dias” desta era ( no tempo determinado … “καιρος” kairos ), uma onda de feroz atividade demoníaca aparecerá na Terra que ameaçará e aterrorizará a muitos. Se estamos vivenciando essa época, ou se estamos próximos a ela, então isso explica muito do que vemos ocorrendo ao redor do mundo …

Enfim, é tempo de se evangelizar mais do que outrora, de se proclamar a salvação através de Cristo, do Seu grande e desmedido amor por nós … tempo de se trabalhar enquanto é dia, pois a noite se aproxima …

Profecia do Talmude Aponta para a Vinda do Messias nesse Tempo

Há cerca de quase 2000 mil anos o Talmude registrou ( vide imagem acima ) uma antiga tradição atribuída ao profeta Elias em conversa com rabinos da seguinte forma …

Elias [ o profeta ] disse a Rav Yehuda, irmão de Rav Sala Ḥasida: O mundo existirá não menos que oitenta e cinco [ 85 ciclos de ] Jubileu. E durante o Jubileu final, o filho de Davi vai vir. [ Rav Yehuda ] disse a Elias: [ O Messias virá ] durante o começo do Jubileu ou durante o seu fim? [ Elias ] disse [ a Rav Yehuda ]: Eu não sei. [ Rav Yehuda perguntou: Será que este último ciclo Jubileu ] acabará [ antes do Messias vir ] ou [ será que ] não acabará [ antes de sua vinda ]? [ Elias ] disse-lhe: Eu não sei. Rav Ashi disse: Isto [ é o que ] Elias disse a ele: Até aquele tempo não antecipe a sua vinda; a partir desse [ tempo ] em diante antecipe [ a sua vinda ]. [ Elias não informou ao Rav Yehuda a data da vinda do Messias ].” ( Sanhedrin 97b )

A contagem do Jubileu é mais complicada do que imaginam alguns, pois seu ciclo não é de exatos 50 anos como muitos interpretam, visto que há detalhes nessa questão … para isso basta observar como é feita a contagem dos Jubileus no antigo Livro de Jubileus e afins e com isso a esmagadora maioria dos cristãos, e até mesmo dos judeus, desconhecem os meandros dessa contagem e eu não vou entrar nesse detalhe aqui, pois rapidamente esse post viraria um livro. Portanto eu vou me ater aos dados brutos em si para chegar ao ponto desejado.

Estamos atualmente no ano judaico denominado como 5779 ( já escrevi sobre o ano de 5779 e essa questão da contagem dos anos aqui neste artigo ) … é importante observar que, segundo alguns estudos, antes de Esdras uma contagem inicial de ciclos de Jubileu começou 54 anos depois de Yetziat Mitzrayim ( o Êxodo ), sendo que 36 ciclos de Jubileu foram contados desse tempo até a destruição de Jerusalém e do primeiro Templo e desde essa data até o ano 5776 são contados 49 ciclos de Jubileus … chegando aos 85 ciclos de Jubileus … sendo que o ano 5776 marca o início do ciclo de Jubileu 85 …

Ou seja, segundo a tradição atribuída a Elias e registrada no Sanhedrin 97b … o ano 5776 ( há cerca de 3 anos atrás ), marca o tempo de 85 ciclos Jubileus ditos então por Elias, alcançando assim a época mínima para a vinda do Senhor e de tudo o que o abarca … o que denota pelo texto do Sanhedrin que o tempo para a vinda do Messias está significativamente muito próximo ( no caso a segunda vinda para aqueles que entendem que Jesus, Yeshua, é o Cristo … o Messias ).

Enfim, os dados e sinais que mostram isso são muitos e muitos para aqueles que estão acordados … este que aqui eu postei é apenas mais um que se alinha aos inúmeros sinais que vemos confluindo para esses dias e esse tempo … Maranata!

Eis que, naqueles dias e naquele tempo, em que mudarei a sorte de Judá e de Jerusalém, congregarei todas as nações e as farei descer ao vale de Josafá; e ali entrarei em juízo contra elas por causa do Meu povo e da Minha herança, Israel, a quem elas espalharam por entre os povos, repartindo a Minha terra entre si.” (Joel 3:1,2)

É Importante SER Antes de FAZER

Marta agitava-se ( περισπαω perispao ) de um lado para outro, ocupada em muitos serviços. Então, se aproximou de Jesus e disse: Senhor, não te importas de que minha irmã tenha deixado que eu fique a servir sozinha? Ordena-lhe, pois, que venha ajudar-me. Respondeu-lhe o Senhor: Marta! Marta! Andas inquieta e te preocupas com muitas coisas. Entretanto, pouco é necessário ou mesmo uma só coisa; Maria, pois, escolheu a boa parte, e esta não lhe será tirada.” (Lucas 10:40-42)

O termo em grego traduzido como “agitada”, “ocupada” … περισπαω “perispao” … também significa “distração ou um estado de estresse mental, ou estar superocupado, bastante atarefado”, sendo assim pode-se perceber que o foco de Marta não estava em Jesus quando ela realizava as suas tarefas. Portanto, ao meditar rapidamente nesse pequeno trecho, podemos inferir que:

  • Marta é uma boa representante de nossa geração: cheia de trabalho e atividades, mas com reduzido (ou inexistente) tempo dedicado à meditação, à oração e ao estudo.
  • Maria representa a alma faminta que dá atenção às necessidades da alma e do espírito.
  • É importante SER antes de se tentar FAZER.
  • Em muitos casos, os que buscam “fazer” antes de “ser”, acabam querendo “sabotar” e dificultar a vida daqueles que buscam “ser” antes de “fazer”.
  • É possível se cultivar uma abóbora notável em poucos meses, mas são necessários cem anos para que se desenvolva um carvalho. No entanto, uma tempestade derruba uma aboboreira em poucos minutos, ao passo que o carvalho a ela resiste … ou seja, buscar resultados rápidos normalmente denotam em pouca consistência e em uma estrutura deficiente, enquanto que resultados duradouros e com base sólida requerem tempo e dedicação ao que realmente é importante.

Davi, nessa situação, estaria alinhado com Maria quando escreveu …

Uma coisa peço ao SENHOR, e a buscarei: que eu possa morar na Casa do SENHOR todos os dias da minha vida, para contemplar a beleza do SENHOR e meditar no Seu templo.” (Salmo 27:4) 🙏❤️

O Tempo de Luz do Dia e o seu Curioso Vínculo no Hebraico

 

Considere a duração relativa do tempo da luz do dia ( definido pelo intervalo entre o nascer e o pôr do sol ) e o tempo de escuridão ( o restante do ciclo de 24 horas ). Esse tempo nos define o tempo ao que chamamos de “dia” ( luz do dia ) e “noite” ( ausência da luz do dia ). É interessante que muitos acham que o tempo de dia e noite são, na média anual, de igual duração quando computado os seus valores ao longo do ano. Entretanto, devido a características do nosso planeta e de sua órbita elíptica, é interessante ressaltar que o tempo de luz do dia é relativamente pouco superior ao tempo de escuridão … uma forma tênue e muito discreta do SENHOR afirmar que a Luz é superior as Trevas já na construção da separação dos dias e anos, conforme está escrito …

Disse também Deus: Haja luzeiros no firmamento dos céus, para fazerem separação entre o dia e a noite; e sejam eles para sinais, para estações, para dias e anos.” (Gênesis 1:14)

Todas as coisas foram feitas por intermédio dEle, e, sem Ele, nada do que foi feito se fez. A vida estava nEle e a vida era a luz dos homens. A luz resplandece nas trevas, e as trevas não prevaleceram contra ela.” (João 1:3-5)

A variação da duração do dia ao longo do ano é causada, como fato bem conhecido, pela inclinação da terra em 23,45° em relação ao eixo perpendicular e ao plano orbital em torno do Sol. Portanto, pode-se naturalmente perguntar sobre a média anual de duração da luz do dia – ou, equivalentemente -, qual a percentagem, em média, que constitui o dia e qual a percentagem que constitui a noite dentro do ciclo de vinte e quatro horas. Uma resposta intuitiva é de que seria 50% para cada, mas esta não é a resposta correta, visto que a a média anual desvia um pouco deste número dependendo da latitude em que ocorre a medição ( observe isso pelo gráfico compartilhado no início deste artigo ).

Por exemplo, para um ano padrão consistindo de aproximadamente 8760 horas, a duração máxima “aparente” do dia seria de 4380 horas, porém existem efeitos físicos e astronômicos que mudam essa proporção. Ou seja, a refração atmosférica permite que o Sol ainda seja visível, mesmo quando fisicamente se situa abaixo da linha do horizonte. Por essa razão, o tempo médio ( desconsiderando os efeitos das nuvens ) é mais longo nas áreas polares, onde o Sol aparente passa a maior parte do tempo no horizonte. Os lugares no Círculo Ártico têm o mais longo dia total anual com 4647 horas ( cerca de 53% do tempo do ano é de luz do dia ), enquanto que o Pólo Norte recebe 4575 horas ( cerca de 52% do tempo do ano é de luz do dia ). Devido à natureza elíptica da órbita da Terra, o Hemisfério Sul não é simétrico e por isso essa diferença entre os pólos. Já na linha do Equador tem-se o total do dia de 4422 horas por ano ( cerca de 50,5% do tempo do ano é de luz do dia ), já na região de Israel, em Jerusalém, por estar na latitude 31 ao norte, o tempo de luz do dia é de cerca de 51% ( mais precisamente 50,76% … guarde esse número! ).

Muito bem! … você deve estar pensando …, mas o que isso tem a ver com o hebraico??!! Ok, vamos lá então … no hebraico temos palavras relacionadas a esses períodos do dia, que são:

  • DIA em hebraico é יוֹם “yowm” ( vide Gn 1:14 ), cujo valor da palavra pelas letras é: 56 = ( 40 = םi) + (י = 10 ) + (ו = 6).
  • NOITE em hebraico é לילה “lay@lah”( vide Gn 1:14 ), cujo valor da palavra pelas letras é: 75 = (ל = 30) + (י = 10) + (ל = 30) + (ה = 5).
  • AMANHECER em hebraico é בקר “boqer” ( vide Gn 29:25 ), cujo valor da palavra pelas letras é: 302 = (ב = 2) + (ק = 100) + (ר = 200).
  • ANOITECER em hebraico é ערב `ereb ( vide Gn 19:1 ), cujo valor da palavra pelas letras é: 272 = (ע = 70) + (ר = 200) + (ב = 2).

Em face dessas informações, agora vamos adicioná-las juntas:

  • AMANHECER + DIA = 302 + 56 = 358
  • ANOITECER + NOITE = 272 + 75 = 347

A primeira coisa surpreendente de se observar sobre esses números acima é que eles são muito próximos um do outro ( como seria de se esperar visto o significado desses termos ). Agora, calculando os seus “pesos relativos” no somatório de seus valores numéricos ( que presume-se representar todo o dia de vinte e quatro horas ), encontramos:

  • Percentual de Luz do Dia: 358 / ( 358 + 347 ) = 358/705 = 50,78% ( lembrou de algo?! )
  • Percentual de Ausência de Luz do Dia: 347/705 = 49,22%

Em outras palavras, o “peso lingüístico” do AMANHECER + DIA implica que períodos de luz no ciclo diário de vinte e quatro horas constituem, em média, 50,78% do ciclo diário completo … observando que o idioma hebraico abrange especificamente Israel e olhando a partir de sua capital, Jerusalémesse valor de 50,78% é fantasticamente muito próximo do número de 50,76% calculado para a cidade de Jerusalém**. Seria isso apenas uma grande coincidência ou um processo altamente elaborado de design?! Quem conhece as Escrituras de forma profunda e os meus muitos estudos sobre esses temas já sabe a resposta … é design divino, sem dúvida!!! Não me canso de repetir … o Criador é espetacularmente majestoso …

Teu, SENHOR, é o poder, a grandeza, a honra, a vitória e a majestade; porque Teu é tudo quanto há nos céus e na terra; Teu, SENHOR, é o reino, e Tu Te exaltaste por chefe sobre todos. Riquezas e glória vêm de Ti, Tu dominas sobre tudo, na Tua mão há força e poder; Contigo está o engrandecer e a tudo dar força. Agora, pois, ó nosso Deus, graças Te damos e louvamos o Teu glorioso nome.” (1 Crônicas 29:11,12)

Que o SENHOR lhe abençoe e ilumine com a Sua maravilhosa luz! 🙏❤️

 

** Caso queira observar esses dados cientificamente e considerar toda a física envolvida no processo para se chegar nesses valores colocados neste artigo, tal como a fórmula usada para o gráfico compartilhado neste post, eu recomendo estes dois sites para você começar a fazer as suas análises e pesquisas: https://physics.stackexchange.com/questions/28563/hours-of-light-per-day-based-on-latitude-longitude-formula/320092http://www.jgiesen.de/astro/solarday.htm