Purifiquemo-nos …

O que Paulo busca exortar quando escreve …

purifiquemo-nos de toda impureza, tanto da carne como do espírito, aperfeiçoando a nossa santidade no temor de Deus.” (2 Coríntios 7:1)

Para compreender melhor, antes vamos analisar dois termos usados nesse texto e a forma como são utilizadas:

– o termo “purifiquemo-nos” usa a palavra grega καθαριζω “katharizo” que significa: tornar limpo, limpar de mancha, livrar da contaminação do pecado.

– o termo “impureza” usa a palavra grega μολυσμος “molusmos” que significa: contaminação [pelo pecado].

Quando Paulo faz essa admoestação: “purifiquem-nos”, ele está fazendo uso do que é conhecido na gramática grega como “subjuntivo exortativo ( volitivo )”, uma forma comumente usada para exortar a si mesmo ou a alguém associado e é utilizada “para chamar alguém a unir-se com o emissor, no caso Paulo, em um curso de ação sobre o qual ele já tem decidido”. Sendo assim, Paulo estava exortando a igreja para seguir a mesma prática que ele já empregava sobre si mesmo, pois muitas vezes Paulo recomenda que eles o deveriam imitar da mesma forma como Paulo imitava a Cristo ( vide 1 Coríntios 11:1 ).

Agora o contexto nos ajuda a entender sobre quais contaminações do pecado a que se refere. Observando os textos de 2 Coríntios 6:14-18, Paulo lembra que todo cristão é agora o Templo do Espírito Santo, ou seja, o Espírito Santo habita em nós ( vide também 1 Coríntios 3:16,17 e 1 Coríntios 6:15-20 ) e sendo assim Paulo nos exorta contra os pecados da imoralidade sexual ( por isso o uso do grego πορνευω “porneuo”, que remete a fornicação, adultério, pornografia e outros pecados de natureza sexual ilícita ) e da idolatria … pecados esses muitos comuns na época devido a cultura pagã existente, mas não tão distinto do que vemos hoje também em nossos dias.

Quanto a carne, Paulo escreve que “aquele que pratica a imoralidade peca contra o próprio corpo” (1 Coríntios 6:18b) e isso fala diretamente da impureza contra a carne. Assim como quando duas pessoas se unem sexualmente e se tornam uma só carne, nós somos um espírito com o SENHOR visto que estamos unidos a Ele; dessa maneira todo pecado que atenta contra o corpo, também atenta contra o Templo do Espírito Santo e por isso está escrito …

Ou não sabeis que o homem que se une à prostituta forma um só corpo com ela? Porque, como se diz, serão os dois uma só carne. Mas aquele que se une ao SENHOR é um espírito com Ele. Fugi da impureza.” (1 Coríntios 6:16-18)

A idolatria é também uma forma de prostituição, visto que temos apenas um SENHOR e estamos unidos e comprometidos com Ele, no momento em que um ídolo toma o lugar do SENHOR é como se um adultério estivesse ocorrendo, mas nesse caso não na carne, mas no âmbito espiritual. Por isso o contexto de 2 Coríntios 6:14-18 enfoca o problema do cristão querer viver como que “em sociedade da justiça com a iniquidade”, “em comunhão da luz com as trevas” … e por isso a pergunta de Paulo “Que ligação há entre o santuário de Deus e os ídolos?” ( 2 Coríntios 6:16 ).

Não por acaso Paulo também escreve …

Pois esta é a vontade de Deus: a vossa santificação, que vos abstenhais da prostituição; que cada um de vós saiba possuir o próprio corpo em santificação e honra … porquanto Deus não nos chamou para a impureza, e sim para a santificação. Dessarte, quem rejeita estas coisas não rejeita o homem, e sim a Deus, que também vos dá o Seu Espírito Santo.” (1 Tessalonicenses 4:3,4,7,8)
 
Em suma, como somos Templo do SENHOR e Ele habita em nós por meio de Seu Espírito, somos instados a viver uma vida santa ( vide 1 Pedro 1:15,16 ) e isso em todo o nosso ser … corpo, alma e espírito ( uma inferência indireta as três áreas do Tabernáculo: Pátio, Lugar Santo e Lugar Santíssimo ) … por isso as ênfases contra o pecado da imoralidade e da idolatria ( e vale lembrar que há múltiplas formas de imoralidade e múltiplas formas de idolatria que não apenas de ídolos de madeira ou barro, também a avareza é chamada de idolatria em Colossenses 3:5 ); pecados estes que contaminam o corpo e se estendem até o espírito; por isso está escrito …
 
O mesmo Deus da paz vos santifique em tudo; e o vosso espírito, alma e corpo sejam conservados íntegros e irrepreensíveis na vinda de nosso Senhor Jesus Cristo.” (1 Tessalonicenses 5:23)
 
Essa busca pela santidade é um processo que é aperfeiçoado por meio do temor do SENHOR ( 2 Coríntios 7:1b ) e requer a nossa ação direta, porém não de forma solitária e por nossas forças somente, do contrário iremos fracassar; esse processo requer a nossa ação por meio da força do Espírito Santo que nos capacita e educa, visto que de Deus somos cooperadores e não devemos assim receber a graça de Deus em vão ( vide 2 Coríntios 6:1 ), como também está escrito …
 
Porquanto a graça de Deus se manifestou salvadora a todos os homens, educando-nos para que, renegadas a impiedade e as paixões mundanas, vivamos, no presente século, sensata, justa e piedosamente” (Tito 2:11,12)
 

Porque, se viverdes segundo a carne, caminhais para a morte; mas, se, pelo Espírito, mortificardes os feitos do corpo, certamente, vivereis. Pois todos os que são guiados pelo Espírito de Deus são filhos de Deus.” (Romanos 8:13,14)

Que o SENHOR lhe abençoe! 🙏🖖

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *