O Brasil Vive Um Momento Crítico

Abaixo eu compartilho o link da entrevista de Armínio Fraga feita à Folha e sou obrigado a dizer que, infelizmente, para o Brasil, ele tem razão quando diz isso … o que temos visto até aqui ainda é uma brisa leve comparado com o que pode estar mais a frente …

Além dos problemas internos, que são muitos e sérios, estamos completamente expostos a qualquer abalo econômico externo, não há gordura para queimar, o país não tem muros econômicos contra tsunamis financeiros externos, os quais correm cada vez mais o risco de acontecerem e, quando ocorrer, poderá arrasar boa parte do que ainda estiver de pé.

Eu percebo que muitas pessoas, em sua ânsia de buscarem serem otimistas ou positivas, acabam na verdade errando por negarem a realidade e não avaliarem adequadamente o que está ocorrendo e, quando você toma decisões, mesmo que buscando ser otimista e/ou positivo, mas que está se baseando em informações errôneas, irreais ou em fatos subestimados e resultados superestimados, os riscos de acabar tendo um insucesso é enorme, o que irá agravar ainda mais a situação.

Isso é o que vejo acontecendo muito hoje, o medo das pessoas de que ao assumir que a situação é ruim é como se você desse algum “poder” para que isso tome conta de você ou que você está sendo “pessimista”, o que não é verdade, pois assumir que uma situação está ruim não significa pessimismo, mas achar que nunca sairá dela, isso sim é pessimismo.

Sendo assim, as pessoas hoje estão negando a realidade do que está acontecendo agora e do que está à sua frente, querendo dar-lhe um outro nome achando que apenas mudando o seu nome ou a imagem do que veem acontecendo, irão acabar também por mudar a própria realidade em si … loucura, são as ações e as suas consequências que mudam as realidades e, para serem ações adequadas, uma avaliação correta da realidade é requerida, fantasias dificilmente serão úteis para se usar como base de decisões.

Entenda e aceite, o momento é ruim … ponto, mas o que faremos daqui para a frente, tanto individualmente quanto coletivamente, é o que irá definir como será o futuro, mas até aqui, o coletivo tem tomado péssimas decisões, o presente que vivemos hoje e os seus resultados vistos e sentidos agora, é o produto das decisões ruins que já foram tomadas no passado recente.

Sou muito crítico dessa visão do otimismo/positivismo exacerbado, pois em minha opinião, a distorção da realidade que essa visão causa, em situações graves como a atual, acaba mais por prestar um desserviço do que favorecer a uma solução, pois subestima os fatos e superestima os resultados, a fórmula ideal para o fracasso e, em situações como as de hoje, qualquer insucesso apenas torna mais grave o que já é ruim em si.
———————————————————————————————
Se o país se arrepender de seus caminhos e se voltar para o SENHOR, haverá esperanças, mas não é esse o movimento que vemos, muito pelo contrário. Mas se o país não toma essa atitude, faça-o você!

“Buscai o SENHOR enquanto se pode achar, invocai-o enquanto está perto. Deixe o perverso o seu caminho, o iníquo, os seus pensamentos; converta-se ao SENHOR, que se compadecerá dele, e volte-se para o nosso Deus, porque é rico em perdoar”. (Isaías 55:6-7)

 

Principal assessor econômico do candidato derrotado à Presidência Aécio Neves (PSDB), o economista Armínio Fraga diz que hoje o Brasil está morrendo de…
WWW1.FOLHA.UOL.COM.BR

Fonte: Dionei Vieira – Infelizmente, para o Brasil, ele tem razão quando…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *