Por que uma Coroa de Espinhos?!

Você já se perguntou alguma vez o porquê de escolherem tecer e colocar uma coroa de espinhos sobre a cabeça de Jesus?! É claro que o texto por si somente já elucida o motivo mais óbvio … chacota, escárnio …

… tecendo uma coroa de espinhos, puseram-lha na cabeça e, na mão direita, um caniço; e, ajoelhando-se diante dele, o escarneciam, dizendo: Salve, rei dos judeus!” (Mateus 27:29)

Não bastando isso, a narrativa de Mateus 27 segue e descreve também que tiraram dEle o caniço, o qual servia como uma espécie de sátira do “cetro real”, e com ele batiam-lhE a cabeça. O tempo imperfeito no grego do original desse texto indica pancadas repetidas e, devido a isso, provavelmente fez com que os espinhos pontiagudos entrassem ainda mais no crânio de jesus.

Mas, como muitos já perceberam, quanto mais mergulhamos nas Escrituras, mais ela nos revela. Portanto, vamos observar quando os espinhos aparecem pela primeira vez nos textos sagrados?! Veja aqui …

E a Adão disse: Visto que atendeste a voz de tua mulher e comeste da árvore que eu te ordenara não comesses, maldita é a terra por tua causa; em fadigas obterás dela o sustento durante os dias de tua vida. Ela produzirá também espinhos e ervas daninhas, e você terá que alimentar-se das plantas do campo.” (Gênesis 3:17,18)

A descrição no livro de Gênesis denota que até o homem cair, não haviam espinhos na terra, mas como a queda amaldiçoou a terra, a mesma começou a produzir espinhos e ervas daninhas. Sendo assim, os espinhos são uma concretização física da maldição que sobreveio à terra e à humanidade, é um produto direto da maldição. Dessa forma, quando os soldados teceram a coroa de espinhos, a qual foi provavelmente confeccionada com plantas espinhosas próprias da região do palácio, que poderiam ser ramos de espinheiras ou dos ramos flexíveis da acácia síria que tinham espinhos tão longos quanto um dedo, eles estavam criando um símbolo de realeza, de autoridade, pois coroas são próprias para reis … mas nesse caso, os soldados estavam insinuando, provavelmente sem o saber, que Jesus era também … “Rei da Maldição”.

Espinhos falam de dor e lágrimas, de modo que a coroa de espinhos significa que Ele agora irá suportar a dor e as lágrimas da maldição destinada ao homem. Espinhos também falam de laceração, e assim Ele será dilacerado. Espinhos estão ligados à maldição, e a maldição está ligada à morte; portanto, a coroa de espinhos implicava que o Messias iria morrer; que Ele iria carregar o peso da maldição sobre a sua cabeça. Ele então se torna o “Rei de Espinhos”, o “Rei da Maldição” …

Era desprezado e o mais rejeitado entre os homens; homem de dores e que sabe o que é padecer; e, como um de quem os homens escondem o rosto, era desprezado, e dele não fizemos caso. Certamente, ele tomou sobre si as nossas enfermidades e as nossas dores levou sobre si; e nós o reputávamos por aflito, ferido de Deus e oprimido. Mas ele foi traspassado pelas nossas transgressões e moído pelas nossas iniqüidades; o castigo que nos traz a paz estava sobre ele, e pelas suas pisaduras fomos sarados.” (Isaías 53:3-5)

Entretanto, é importante lembrar que uma coroa também representa autoridade, representa alguém que reina, que possui poder sobre o reino. Jesus, ao suportar todo o peso da maldição, tornou-se Rei sobre ela, assim Ele não está mais submetido à ela, a maldição, mas agora está reinando sobre ela, acima dela … Ele a venceu … dessa forma então, todos os que estão debaixo de maldição e sofrimento podem agora ir à Ele e encontrar redenção, pois Ele tem autoridade sobre essas coisas, Ele é Rei também sobre elas e assim possui agora autoridade para transformar o que eram espinhos, em flores … o que era tristeza, em alegria … o que era maldição, em benção …. o que era morte, em vida!

Mal sabiam os soldados que, ao colocar a coroa de espinhos sobre Jesus, eles estavam concretizando de forma física através dessa coroa de espinhos que Ele, o Messias, se tornaria maldito em nosso lugar … não apenas um outro maldito qualquer, mas o “Rei da Maldição”, o único capaz de suportar todo o peso da maldição a ponto de vence-la e se tornar não apenas Rei acima da maldição, mas Rei sobre todas as coisas … o Rei dos reis!!!

Cristo nos resgatou da maldição da lei, fazendo-se ele próprio maldição em nosso lugar (porque está escrito: Maldito todo aquele que for pendurado em madeiro), para que a bênção de Abraão chegasse aos gentios, em Jesus Cristo, a fim de que recebêssemos, pela fé, o Espírito prometido.” (Gálatas 3:13,14)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *