Dica de Livro – Fome por Deus

O autor é amplamente conhecido no meio evangélico, John Piper em seu livro “Fome por Deus – Buscando Deus por meio do Jejum e Oração” (veja aqui) foi para mim uma surpresa agradável, não que eu imaginasse que seria ruim, absolutamente, pois pelo autor você já pode esperar um bom conteúdo. O que quero dizer é que a abordagem do tema feita por Piper foi além das minhas expectativas, que já eram boas.

Piper inicia fazendo uma boa análise sobre o jejum e oração tanto do antigo como do novo testamento, mas nos capítulos posteriores ele começa a contemporizar para os dias atuais estas práticas, expandindo o conceito além da simples abstinência do alimento, mas para muitas outras “fontes de alimento” que temos nos dias atuais, como TV, internet, entre outros. Uma reflexão salutar sobre a “Fome por Deus” dos dias atuais e as formas de colocar à prova se, realmente, estamos dispostos a buscar a Deus de todo nosso ser, independente se temos ou não benefícios por isso.

Ele aborda em dois capítulos temas que não vejo serem muito abordados atualmente, até porque em muitas igrejas hoje, jejum e oração não são “best-sellers” do momento, mas ele questiona e faz uma boa reflexão sobre o jejuar buscando apenas as recompensas do Pai, ao invés de buscar o Pai em si e a outra questão envolve o jejum pela volta do Rei, algo que parece também “demodê” em muitas congregações, mesmo para a época atual, desejar a volta do Rei parece ser um inconveniente, afinal a vida neste mundo tem tanto a oferecer que chega a ofuscar à muitos cristãos o Reino futuro com o Rei Jesus. Uma triste verdade, mas comprovadamente bem real em muitos cenários pelo país e pelo mundo, como Piper tanto enfatiza ao abordar o tema.

Ao final da obra Piper dedica um capítulo todo especial para as crianças, o que também foi uma grata surpresa pela abordagem e, novamente, algo muito importante e necessário, não somente hoje, pois sempre o foi, mas que nunca tinha lido nesse contexto de uma forma tão especializada. As crianças são tesouros que nos foram confiados por Deus para as educarmos e guiarmos ao que realmente tem valor. Afinal, desta terra nada podemos levar, nem roupas, nem carros, nem casas, nada material, mas existe sim algo que podemos levar e que é de valor inestimável, são as pessoas que nos cercam, começando pelos de nossa família, o que inclui as nossas crianças.

Se puder, adquira, e se você tem fome por Deus, irá gostar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *