Freira implora por cristãos estuprados, vendidos e mortos pelo ISIS

Refugiados vivem ‘como animais’ em campos de refúgio

por Leo Hohmann,

É a temporada de “paz na Terra”, mas a irmã Hatune Dogan sente um calafrio no seu espírito, que só poderia ser sentido em um tempo de guerra.

Hatune Dogan

A freira cristã ortodoxa o sente a cada nova atrocidade cometida contra as minorias Yazidi e cristãs da Síria e do Iraque. Ela o sente nas igrejas queimadas em todo o Egito e na matança de crianças inocentes no Paquistão.

Por esta razão, ela trouxe uma palavra de advertência para os americanos em uma visita na semana passada em Minnesota, onde ela falou com vários grupos de igrejas.

O clima político de hoje lembra o de 1915 e em sua pátria, a Turquia, quando sua família sofreu a crueldade do califado otomano, que massacrou 3 milhões de cristãos e reduziu outros à condição de cidadãos de segunda classe sob a subjugação ou “dhimmitude”.

O ISIS não tem nada de novo, disse ela, é apenas o ressurgimento do lado negro do Islã.

“O ISIS não é fanático. O ISIS não é mais terrível. O ISIS representa os crentes muçulmanos reais que gostam de seguir o Corão e a Maomé”, disse o fundador da Warburg, a Fundação da Irmã Hatune sediada na Alemanha, uma organização de ajuda em nível mundial, que foi homenageada pelo governo alemão por sua dedicação aos direitos humanos.

“Outros dizem que eles é que são muçulmanos. Eles dizem acreditar no Corão, mas eles não o seguem”, disse ela.

Os cristãos armênios representam cerca de metade dos 3 milhões de pessoas que perderam a vida na Turquia, mas a outra metade era de cristãos de várias origens étnicas – ortodoxos gregos, ortodoxos sírios e protestantes. Todos sentiram as crueldades da guerra santa islâmica contra as suas cabeças.

A irmã Hatune chegou na última quinta-feira (18/12/2014) no aeroporto de Atlanta para uma parada em seu caminho de Leia Mais

Aviso de Vários Analistas de Renome: Ações entrarão em um colapso de 50%

por MoneyNews,

 

É apenas uma questão de tempo antes que as quedas do mercado de ações sejam de 50% ou mais, de acordo com vários especialistas de renome.

“Não temos o direito de sermos surpreendidos por uma quebra da bolsa, grave e iminente”, explica Mark Spitznagel, um gerente de fundo de hedge, que é famoso por sua aposta altamente lucrativa de bilhões de dólares na crise de 2008. “Na verdade, é absolutamente necessário se esperar por isso”.

Infelizmente Spitznagel não está sozinho.

“Nós estamos em uma bolha de ativos financeiro gigantesca”, alerta o consultor suíço e gestor do fundo Marc Faber. “Ela poderia estourar a qualquer momento”.

Faber não hesita em colocar a culpa sobre as políticas de grandes figuras do governo do presidente Barack Obama e nas políticas de baixa taxa de risco do FED, que, segundo ele, “penalizam os escalões de rendimento, aos poupadores que poupam, seus pais – Por que seus pais são forçados a especularem em ações e no mercado imobiliário e em tudo sob o sol?”.

O Investidor bilionário Warren Buffett tem rumores de estar se preparando para uma queda de ações também. O “Indicador Warren Buffett”, também conhecido como o “Capitalização de mercado total em relação ao PIB”, está rompendo o estado de alerta de venda e um colapso pode acontecer a qualquer momento.

Assim, com um inevitável choque iminente, o que os investidores principais irão fazer? Uma opção é venderem todas as suas ações e colocarem o seu dinheiro debaixo do colchão, e a outra opção é arriscar tudo e enfrentar a tempestade.

Mas de acordo com Sean Hyman, fundador da Absolute Profits, há uma terceira opção.

“Há setores específicos do mercado, que não são todos, mas que tem a garantia de um bom desempenho Leia Mais

As Luas De Sangue São Um Sinal Divino Para Israel? John Hagee Explica

por Erick Stakelbeck,

 

A lua de sangue em Jerusalém em 2011 (Reuters)

 

O livro de Gênesis diz que Deus usa o sol, a lua e as estrelas para os sinais e estações. Exemplos podem ser encontrados em toda a Bíblia.

Pense em como uma estrela guiou os magos a Jesus ou como o sol se deteve, enquanto Josué conduzia Israel à vitória sobre os seus inimigos.

De acordo com o pastor John Hagee, Deus está se preparando para falar desta forma, mais uma vez.

“Há uma sensação no mundo que as coisas estão mudando e que Deus está tentando se comunicar com a gente de uma forma sobrenatural”, disse Hagee à CBN News.

“Acredito que nestes próximos dois anos, vamos ver algo dramático acontecer no Oriente Médio, envolvendo Israel, que irá mudar o curso da história no Oriente Médio e irá impactar o mundo inteiro”, Hagee prevê.

Quatro Luas de Sangue

Em seu último livro, “Quatro Luas de Sangue: Algo está prestes a mudar”, Hagee estabelece o que ele chama de sinais celestes. Ele descreve como uma série de luas de sangue em 2014 e 2015 terá grande importância para Israel.

Embora as luas de sangue simplesmente acontecem com bastante regularidade, quatro delas aparecendo Leia Mais

A Indiferença

 

O que é indiferença? Etimologicamente, a palavra significa sem diferença. Um estranho e incomum estado no qual as linhas ficam borradas entre a luz e a escuridão, o crepúsculo e o amanhecer, o crime e a punição, a crueldade e a compaixão, o bom e o mau. Quais são os seus caminhos e inescapáveis consequências? É uma filosofia? Existe uma filosofia concebível de indiferença? É possível ver a indiferença como uma virtude? É necessário, às vezes, praticá-la simplesmente para manter a sanidade, viver normalmente, aproveitar uma boa refeição e uma taça de vinho, enquanto o mundo ao redor de nós está experimentando revoltas angustiantes?

É claro que a indiferença pode ser tentadora – mais do que isso, sedutora. É muito mais fácil não olhar para as vítimas. É muito mais fácil evitar as tão rudes interrupções a nosso trabalho, a nossos sonhos, a nossas esperanças. É afinal, estranho, perturbador, estar envolvido na dor e no desespero de outra pessoa. Ainda assim, para a pessoa que é indiferente, seus vizinhos ou vizinhas não são importantes. E, portanto, a vida delas não tem significado. Suas angústias, escondidas ou visíveis não são importantes. Indiferença reduz o outro a uma abstração. Leia Mais

Estado Islâmico Continua Expansão Para Novas Áreas, Olhando Para Meca & Medina

por Jordan Schachtel,

 

 

As contínuas crises na fronteira do norte da Arábia Saudita com o Iraque levaram alguns a acreditarem que o Estado islâmico está se preparando para um eventual impulso em direção as cidades sagradas de Meca e Medina.

O Estado Islâmico, do “Califa” Abu Bakr Al Baghdadi, tem feito frequentemente convocações para ataques dentro do território da Arábia Saudita, com a esperança de uma eventual captura de Meca e Medina. “É provável que [Baghdadi] perceba que ninguém pode pretender ser o Estado Islâmico sem controlar os locais sagrados e em torno de Meca e Medina e a riqueza que vem com eles”, escreve William Young da Newsweek.

O Estado Islâmico não está apenas cutucando freqüentemente a fronteira da Arábia Saudita, o grupo terrorista também vê o Líbano como um alvo de primordial importância.

O Estado Islâmico recrutou com sucesso até 700 combatentes da oposição síria, cuja contratação foi de principal interesse devido à sua localização estratégica Leia Mais

Repórter Alemão Infiltrado: Os Planos Do ISIS São De Matar ‘Centenas De Milhões’ Em Uma ‘Limpeza Religiosa’

por Jordan Schachtel,

 

 

Jurgen Todenhofer, o primeiro repórter ocidental a se infiltrar junto aos militantes do Estado islâmico e a não ser morto no processo, falou para a rede Al Jazeera sobre o seu tempo com o grupo terrorista.

Todenhofer viveu lado a lado com os combatentes jihadistas durante dez dias na cidade-fortaleza de Mosul do Estado Islâmico, no Iraque. Ele estava acompanhado apenas pelo seu filho, que serviu como seu cameraman.

“Eu sempre perguntei-lhes sobre o valor da misericórdia no Islã”, mas “eu não vi qualquer misericórdia em seu comportamento”, explicou Todenhofer. Ele acrescentou: “Algo que eu não entendo nada é o entusiasmo no seu plano de limpeza religiosa, planejando matar aos não-crentes … Eles também irão matar democratas muçulmanos, porque eles acreditam que os não-muçulmanos colocam as leis dos seres humanos acima dos mandamentos de Deus”.

O repórter alemão então elaborou sobre como ele ficou chocado sobre como os combatentes do ISIS estão “disposto a matar”. Ele disse que eles estavam prontos para cometerem genocídio. “Eles estavam falando sobre [matar] centenas de milhões. Eles estavam entusiasmados com isso, e eu simplesmente não consigo entender isso“, disse Todenhofer.

Ele alertou de que o Estado islâmico “é muito mais forte do que pensamos”, e que o seu método Leia Mais

Egito Adverte Sobre Organizações da Irmandade Muçulmana nos EUA

Meu Comentário: A irmandade muçulmana já se infiltrou nas mais altas esferas dos governos de vários países, em particular os EUA, isso apenas demonstra o sucesso em que seus planos, criados há mais de 30 anos (veja aqui o “Projeto da Irmandade Muçulmana”), tem se concretizado … incluindo a proclamação do Estado Islâmico recentemente. A capacidade de influência desse grupo no mundo islâmico, nos grupos terroristas e em órgãos governamentais é assombrosa, dessas posições eles coordenam a complexa estratégia criada há décadas para alcançar o domínio da religião e política islâmica no mundo. Infelizmente para o ocidente, eles tem tido sucesso até aqui e se não forem detidos, em breve trarão o caos para o ocidente de várias formas e frentes.

 

Um site do governo egípcio apresenta um aviso de que a Irmandade Muçulmana tem um lobby nos EUA disfarçados de organizações da sociedade civil.

 

por Ryan Mauro,

 

 O Egito adverte de grupos de Fraternidade como o CAIR. Nihad Awad (Centro), diretor executivo do Conselho de Relações Americano-Islâmicas (CAIR) e Ibrahim Hooper (Esquerda), Diretor Nacional do Comitê do CAIR durante uma conferência de imprensa em Washington. Foto © Reuters

 

Um site do governo egípcio apresenta um aviso de que a Irmandade Muçulmana tem um lobby nos EUA disfarçados de organizações da sociedade civil. Os Emirados Árabes Unidos tem feito declarações semelhantes e o Departamento de Justiça dos EUA confirmou a existência de um braço da Irmandade Muçulmana na América.

O Serviço de Informação de Estado do governo egípcio tem uma seção inteira dedicada a documentar a violência e o terrorismo da Irmandade Muçulmana. O Egito está furioso com os EUA pela sua posição sobre a Irmandade. O Presidente El-Sisi disse ao Washington Post, em dezembro de 2013, na época como ministro da Defesa, que os EUA virou as costas para o Egito e está equivocado com o grupo islâmico.

A documentação inclui um cronograma da violência perpetrada por membros da Irmandade desde julho de 2014, uma declaração do Conselho Nacional para a Infância e Maternidade condenando a exploração pela Irmandade de crianças e muitos vídeos que documentam o extremismo da Irmandade e as justificativas para derruba-la e proibi-la.

Mais importante ainda, a seção apresenta com destaque um artigo sobre a Irmandade Muçulmana em operação na América e influenciando a política dos EUA através Leia Mais