Meu testemunho.

Eu não pretendo discorrer em detalhes o que me trouxe aos pés do meu Senhor Jesus, pois não quero tornar esse post um livro, mas quero compartilhar alguns pontos que irão ajudar a entender minhas convicções atuais (assunto para outro post).

Mesmo na juventude e conhecendo já as escrituras bíblicas, tive grande curiosidade de comparar suas verdades às de outras religiões e filosofias. Como tive formação em exatas, meu anseio científico requer experimentação e validação, com isso acabei conhecendo e estudando as crenças hindus, espíritas, atéias, budistas, nova-era e seus vários sabores, entre outras; enfim todo esse processo só veio a reforçar as minhas crenças e extinguir dúvidas, mas ainda não tinha firmemente decidido seguir por esse caminho, conforme aconselham as escrituras, o que fez de mim um tolo por um tempo.

Foi a partir de 2006 que se iniciou o processo que marcaria minha vida em definitivo, foi quando decidi firmemente de colocar Deus no centro de minha vida e isso fez uma diferença enorme em todas as decisões a partir desse momento. Entenda, a decisão mais importante de sua vida é quando você define sua crença ou não em Deus e busca conhecer tudo que isso implica, pois todas decisões e convicções subsequentes estão permeadas por essa crença, esteja você consciente ou não disso, pois se, por exemplo, você acredita realmente na Bíblia e na sua mensagem, você procuraria não tomar decisões que venham a fazer você pecar contra Deus. Mas se você não se atenta para isso, pode acabar vivendo a vida sem um norte existencial e sem estar devidamente consciente das consequências de suas decisões; dessa forma, muitas pessoas que hoje se dizem cristãs, por exemplo, agem como ateus, pois vivem como se Deus não existisse. Não é à toa que em Apocalipse 3.15-16 Jesus repreende o morno e o prefira ou frio ou quente, pois pelo menos assim tem convicções firmes e definidas. Bem … eu vivi parte de minha vida como o morno, por isso, quando decidi definitivamente ser quente, tudo ficou diferente … melhor.

Eu já tinha uma boa base, mas a partir de 2006 comecei a me relacionar profundamente com Deus e com sua palavra, posso afirmar a você que isso fez, e ainda faz, toda diferença na minha vida. Posso garantir, Deus é um ser pessoal e quanto mais O conhece e estuda sobre Ele, mais há para se aprender e conhecer, não há rotina, cada dia é um degrau a mais no relacionamento. Por favor, não me entenda mal, isso não significa que tudo se tornou fácil e que não tive nenhum sofrimento, erro ou fracasso após isso; essas coisas continuam a ocorrer, só que quando ocorrem, elas tem um sabor diferente, pois todas no fim se tornam degraus da escada que se sobe e não são mais como paredes que lhe impedem de seguir. O versículo de Romanos 8.28 que diz que todas as coisas cooperam para o bem daqueles que amam a Deus, se torna real, mesmo que tenha de passar um tempo para poder se perceber isso após sofrer alguma frustração ou dor.

Deus não garante um caminho tranquilo, mas o destino é certo e desejo esse bom destino para você, caso queira conhecer mais, faça um comentário que retorno no seu e-mail em privado. Deus lhe abençoe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *