O Aleph e o Tav (את) no Livro de Rute (רות)

Eu já escrevi anteriormente um artigo abordando sobre o Aleph e o Tav (את) e as suas milhares de ocorrências nas Escrituras, assim como o quanto isso também aponta para o Messias (leia esse artigo aqui, eu recomendo a leitura para que você compreenda melhor as referências deste artigo), visto que em Apocalipse 1:8 diz, “Eu sou o Alfa e Ômega, diz o Senhor Deus, aquele que é, que era e que há de vir, o Todo-Poderoso.“, Deus declara-se como o princípio e o fim e, em Apocalipse 22:13 diz, “Eu sou o Alfa e o Ômega, o Primeiro e o Último, o Princípio e o Fim.“, onde também no último capítulo da Bíblia, Jesus (Yeshua) revela-se da mesma forma como o Alfa e o Ômega; porém, lembre que o idioma original é em hebraico, portanto, originalmente ele disse que era o Aleph e o Tav (את).  Agora vamos ver a implicação que isso tem na bela história de redenção descrita no livro de Rute, considerada como uma simbologia da nossa redenção pelo SENHOR e que ocorreria através de Cristo posteriormente.

O Livro de Rute não cita especificamente quem é o seu autor, mas segundo a tradição o autor que teria escrito o Livro de Rute seria o Profeta Samuel. O nome de Rute em hebraico, “רות (Ruwth)”, significa amizade ou companheira. A data exata em que o livro foi escrito é incerto, mas a visão predominante é que isso ocorreu em algum momento entre 1011 e 931 a.C.

O nome de Ruth é usado 12 vezes no livro e, nas primeiras 10 vezes, o nome dela é escrito dessa forma “רות”. Abaixo um exemplo da escrita do nome de Rute nos versículos em Rute 1:4 e 4:5, no hebraico e com a sua respectiva tradução na versão Almeida Revista e Atualizada:

 

Rute_1

Rute_2

 

Mas depois que ela é resgatada por Boaz, nas próximas duas vezes, em Rute 4:10 e 4:13, o nome dela aparece precedido pelo את (Aleph/Tav), conforme pode ser visto abaixo
no hebraico com a sua respectiva tradução na versão Almeida Revista e Atualizada:

 

Rute_3

Rute_4

 

Esta é apenas mais uma indicação de que o símbolo את (Aleph/Tav) é um marcador do pacto de Jesus (Yeshua), como que sendo um selo de sua aliança, porque Rute não se tornou uma parte da linhagem de Jesus (Yeshua) até Boaz efetivamente redimí-la, tomando-a por esposa no versículo 10 do capítulo 4.

É também muito interessante notar que, em Rute 2:19, quando Rute introduz Boaz para Noemi na primeira parte da escritura, o nome de Boaz é substituído por um את (Aleph/Tav), conforme pode-se observar abaixo em hebraico e na sua respectiva tradução na versão Almeida Revista e Atualizada:

 

Rute_5

 

É interessante observar também como o símbolo את (Aleph/Tav) aparece precedendo os nomes referenciados na genealogia descrita a partir do versículo 18 do capítulo 4 do Livro de Rute, como que sendo um “selo da aliança” relacionada ao Messias, onde o SENHOR, de uma forma quase que subliminar, mostra a sua marca em toda a história, mesmo nos seus mínimos detalhes.

 

Rute_6

 

Tudo isso nos mostra o poder da aliança em Cristo, o nosso redentor, assim como a majestosa presciência do sublime Criador!

2 thoughts to “O Aleph e o Tav (את) no Livro de Rute (רות)”

  1. A Sabedoria do Altíssimo deixou orientação (sinalizado) por todo o Caminho, para que Seus verdadeiros seguidores, O identificassem, por toda a Palavra, sem margem a dúvida alguma.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *