Dica de Livro – Arqueologia Proibida (Forbidden Archeology)

Esta dica é para quem gosta de ciência e gosta de pesquisar, indo além do que a mídia e os grupos científicos buscam esconder com relação as evidências que cercam a história da civilização humana. O livro Forbidden Archeology (Arqueologia Proibida), escrito por Michael Cremo (veja aqui), lançado originalmente em 1993, é uma obra de pouco mais de 900 páginas repletas de pesquisas realizadas sobre descobertas arqueológicas feitas em várias partes do mundo.

Ao longo dos séculos, os pesquisadores descobriram ossos e artefatos que mostram que os seres humanos, como nós, existem há muito mais tempo do que é oficialmente alegado pela comunidade científica em sua versão oficial. Essa mesma comunidade científica dominante tem suprimido estes fatos em favor de manter a Teoria da Evolução intacta, já que muitas dessas evidências, apresentadas no livro, fariam desmoronar a teoria “oficial” sobre a origem humana. Os preconceitos, com base na teoria científica atual, funcionam como um “filtro de conhecimento”, dando-nos uma imagem da pré-história que é, em grande, parte incorreta.

O livro é exclusivamente científico e busca apenas apresentar os fatos registrados e comprovados em várias descobertas arqueológicas que hoje estão escondidas nos museus e institutos de pesquisas arqueológicas. As evidências apresentadas no livro mostram que o ser humano está presente desde os primórdios da existência do planeta, no que seria considerado pela ciência atual como sendo há bilhões de anos, pois muitos artefatos foram encontrados em camadas geológicas que possuem essa idade datada e comprovada através de estratos rochosos e outros métodos. Mas ao se depararem com esses artefatos, sejam ossos ou ferramentas, os mesmos são etiquetados, fotografados e, a maioria, arquivados em museus e institutos em locais onde já não sejam publicamente visíveis e acessíveis, são tratados como descobertas incompreendidas e anomalias que, pela controvérsia que trazem, ficam no “limbo” da ciência.

O autor não busca apresentar no livro alguma teoria ou levantar qualquer tipo de tese que explique o motivo das evidências apontarem para o que a comunidade científica “oficial” nega hoje em dia. Pois o objetivo do autor, neste livro, é apenas mostrar ao público em geral que ele está sendo enganado, sendo levado a acreditar que existem apenas evidências que apontam para a “história oficial” da civilização humana, mas não são divulgadas da mesma forma essas descobertas que contradizem a mentira propagada.

Recomendo a leitura, pois evidencia claramente que grande parte da população vive numa “redoma de informações controladas”, não apenas por interesses políticos como vemos em outros casos, mas também pela própria comunidade científica que prefere esconder suas próprias descobertas, quando elas são inconvenientes.

No livro você irá encontrar vários relatos, desde as esferas sulcadas da África do Sul, encontradas em estratos rochosos datados de 2,3 bilhões anos de idade, assim como pegadas humanas em estratos rochosos da época chamada de Jurássica pela ciência “oficial” e dezenas de outros relatos com teor similar. Abaixo segue um vídeo de uma palestra do autor sobre algumas das descobertas apresentadas no livro e outros assuntos relacionados.

8 thoughts to “Dica de Livro – Arqueologia Proibida (Forbidden Archeology)”

  1. Amigo Dionei.
    O amigo não mencionou se esse livro foi traduzido para o português, se foi, qual a editora para podermos localizar.
    Agradeço desde já a gentileza da informação.
    Abraço!
    Ricardo.

    1. Oi Ricardo,

      Infelizmente não tem edição desse livro em Português, por isso não fiz menção ao mesmo.
      Um grande abraço,

      Dionei

  2. Prezado Dionei
    Você poderia me esclarecer se o livro A HISTÓRIA SECRETA DA RAÇA HUMANA é o mesmo arqueologia proibida ou se é um resumo dele?
    Atenciosamente

    1. Infelizmente eu desconheço se há alguma versão do livro em espanhol. Fiz uma busca rápida na Internet e não encontrei.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *