Grafitagem Anti-Semita, Pró-Estado Islâmico Continua A Assolar Washington D.C.

Meu Comentário: Cedo ou tarde isso começaria a acontecer, visto a forma como o governo Obama tem tratado o assunto, assim como a ONU. Ambos coniventes e culpados, com sangue nas mãos, cúmplices desses grupos islâmicos, assim como todos que não buscam manifestar-se contra e denunciar isso que vem ocorrendo como uma obra do mal. Parece que estamos vivendo 1933 novamente, com eventos que antecederam a segunda-guerra, só que agora o que ocorre é em nível global, o que é muito pior. Nesse passo, em breve não haverá local seguro para os Judeus, nem nos EUA e nem em lugar algum. Quem conhece as profecias bíblicas, sabe que nos aproximamos desse momento já previsto em que Israel estará só, mas isso não diminui a culpa do mundo em relação a isso, pelo contrário, a evidência das profecias apenas a aumenta ainda mais! Detalhe, isso não ocorre no interior dos EUA, mas na capital do país, veja a reportagem do artigo traduzido abaixo e tire suas conclusões por si!

 

por Adam Kredo,

 

Grafites anti-semitas e pró-terror continuam a assolar uma vizinhança afluente em Washington DC, causando preocupação entre alguns moradores enquanto que incidentes anti-semitas continuam a aparecer em todo o globo.

A suástica com as palavras: “F *** policiais DC”, foi flagrada esta semana ao longo  da Rua 19 no bairro de Dupont Circle, no centro de Washington DC, de acordo com moradores e fotografias obtidas pelo jornal Washington Free Beacon.

 

 
A imagem anti-semita é a última de uma série de desenhos semelhantes, feitos ao longo dos meses, pintados com tinta spray nas calçadas e edifícios na área de Dupont Circle.

Os vândalos desconhecidos tem repetidamente ido atrás de judeus e manifestando apoio ao Estado islâmico, de acordo com uma série de fotos obtidas pelo Free Beacon, como parte de uma investigação ao longo de vários meses.

O grafite anti-semita, pró-terror, causou desconforto entre alguns residentes judeus, que estiveram em alerta máximo após um pequeno aumento acentuado na violência anti-judaica localmente e no exterior.

Os símbolos são os primeiros indicadores de que o problema do anti-semitismo virulento, dentro do Islã radical, está chegando às nossas costas e não devemos nos iludir acreditando que a América está imune,  na qual a Europa tem sido confrontada com isso recentemente“, disse Sarah Stern, fundadora e presidente do grupo pró-Israel,  com sede em Washington DC, da Fundação da Verdade para o Oriente Médio.

O grafite foi detectado pela primeira vez no ano passado e continuou a aparecer em locais semelhantes ao redor de Washington DC. As imagens anti-semitas coincidiram com uma série de ameaças durante 5 meses contra uma empresa de propriedade de judeus, feitas por indivíduos que afirmam ser filiados ao Estado Islâmico (também conhecido como ISIS ou ISIL).

Os moradores disseram que as imagens apareceram pela primeira vez em agosto e se espalharam. Algumas incluem estrelas judaicas acompanhadas pelas palavras “Allahu Akbar”, escritas em árabe.

 

 
As autoridades locais, em conjunto com a Federação Judaica da Grande Washington e a polícia de Washington DC, foram informadas sobre os grafites de acordo com pessoas familiarizadas com a situação.

Os funcionários do FBI na região também têm investigado os acontecimentos.

Os grafites contendo a Estrela de Davi e as palavras “Allahu Akbar” apareceram em torno da Rua 19 em Dupont, de acordo com as fotografias e pessoas que monitoram a situação.

Depois de serem lavados em setembro, as mesmas pichações continuam a aparecer no mesmo local, às vezes dentro de 24 horas depois de serem limpas, disseram as fontes.

Outra Estrela de Davi foi flagrada em setembro, em um sinal de One Way (Mão Única), também com as palavras “Allahu Akbar”, escritas embaixo.

 

 
Rabiscos pró-Estado Islâmico surgiram por volta da Rua 21 no final de setembro, juntamente com as palavras “Allahu Akbar”, de acordo com fotografias.

Em outubro, os moradores avistaram uma Estrela de Davi, juntamente com palavras árabes elogiando o presidente sírio, Bashar al-Assad.

Em árabe lê-se: “Bashar dos árabes, que Alá esteja com você / Alá está com você. Oh Bashar, você permanecerá o Leão da Arábia. O símbolo da Síria árabe. E você deve derrotar os revolucionários. Allahu Akbar”.

 

 
Também em outubro, uma suástica foi flagrada em Dupont, junto com uma mensagem atada de palavrões, a maioria ininteligíveis.

 

 
Suásticas também começaram a aparecer em veículos da Virgínia em dezembro, quando as autoridades do condado de Loundoun no Estado lançaram uma investigação sobre os incidentes como um possível crime de ódio.

Um morador da área de Washington DC, que pediu para não ser identificado por razões de segurança, disse que as imagens anti-semitas recorrentes estão causando preocupação.

“Estou profundamente preocupado com as pichações anti-semitas aparecendo em torno de Washington DC”, disse o morador. “Primeiro foram as estrelas judaicas, então, disse ele, “‘Allahu Akbar’, em árabe, em seguida, foram as pró-ISIS“.

Isso aconteceu em questão de algumas semanas“, disse o morador. “Sabemos da história, se você deixar as coisas pequenas ocorrerem, isso pode levar à uma onda de destruição grave. Pichações pró-ISIS nos EUA é inaceitável em todos os níveis e grafites anti-semitas devem ser abomináveis para todos os cidadãos“.

Tanto a polícia de Washington DC e o FBI locais estão investigando o assunto, de acordo com autoridades.

“Estamos cientes da grafitagem e as fotos deles aparecendo em sites de mídia social”, disse um porta-voz de Washington do Gabinete de Campo do FBI, sem dar maiores detalhes mais adiante. “Nós pedimos que quem observar alguma atividade suspeita, que a denuncie às autoridades locais ou ao FBI”.

O porta-voz disse que a investigação está em curso e que o departamento está coordenado com o FBI e com o Departamento de Obras Públicas de Washington DC.

“[O Departamento de Polícia Metropolitana] continua a receber dicas e outras informações sobre grafites de origens suspeitas, ou que poderiam ser relacionadas com ódio”, disse um porta-voz da polícia. “Agradecemos o apoio contínuo da comunidade em trazer estes incidentes à nossa atenção. A Unidade de Inteligência continua a acompanhar estes incidentes e o nosso esforço de colaboração com a polícia sobre a redução do problema está em curso”.

 

[N.T.: Abaixo vídeo de reportagem sobre o assunto, em Inglês]:

 

 

* Artigo traduzido por mim, link do original aqui: Anti-Semitic, Pro-Islamic State Graffiti Continues to Plague D.C.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *