O Jaspe, O Sardônio, A Esmeralda

trono

 

O esplendor do SENHOR …

Imediatamente, eu me achei em espírito, e eis armado no céu um trono, e, no trono, alguém sentado; e esse que se acha assentado é semelhante, no aspecto, a pedra de jaspe e de sardônio, e, ao redor do trono, há um arco-íris semelhante, no aspecto, a esmeralda.” (Apocalipse 4:2-3)

Nesse trecho o traço central é o “trono e o seu ocupante”, o texto diz que o esplendor do SENHOR é como o “jaspe” e o “sardônio”. Essas duas pedras mencionadas são, não por acaso, a última (jaspe) e a primeira (sardônio) pedra das doze pedras que cobriam a couraça do sumo sacerdote do Antigo Testamento (veja em Êxodo 28:17-20). 

A primeira pedra é para Rúben ( ראובנּ “R@’uwben” ), cujo nome significa “eis um filho” e a última pedra é para Benjamim ( בנימינּ “Binyamiyn” ), cujo nome significa “filho da minha mão direita”. As pedras são uma representação de Cristo, que é o “Primeiro e o Último” (Apocalipse 1:17). Em seu ministério na Terra, o SENHOR dirigiu-se a Ele como “Meu Filho amado” (Mateus 3:17) e no céu Ele é o Filho que “assentou-se à direita da Majestade nas alturas” (Hebreus 1:3). Sendo assim, o esplendor do SENHOR como sardônio e jaspe denotam ao Seu Filho … “Eis um filho … filho da minha mão direita“.

A menção à “esmeralda” ao redor do trono, implica, segundo a linha de raciocínio colocada anteriormente, à Judá ( יהודה Y@huwdah ), cujo significado é “louvado” … o significado fala por si … o meu Senhor é o único louvado e exaltado sobre todos, cujo nome está acima de todo nome! Definitivamente as Escrituras são majestosas na sua beleza, harmonia e perfeição … glórias ao SENHOR!


Bendito és Tu, SENHOR, Deus de Israel, nosso Pai, de eternidade em eternidade. Teu, SENHOR, é o poder, a grandeza, a honra, a vitória e a majestade; porque Teu é tudo quanto há nos céus e na terra; Teu, SENHOR, é o reino, e Tu Te exaltaste por chefe sobre todos. Riquezas e glória vêm de Ti, Tu dominas sobre tudo, na Tua mão há força e poder; contigo está o engrandecer e a tudo dar força.” (1 Crônicas 29:10-12)

2 thoughts to “O Jaspe, O Sardônio, A Esmeralda”

  1. O texto diz que se assemelha em aspecto e nada tem a ver com esplendor….. o autor queria mostrar a sua aparência física……. vc pode usar alguns termos relação a pedra…… mas claramente o autor diz que ELE se assemelga fisicamente aos olhos a aparência das pedras…… nada mais claro que a pessoa mais perseguida e humilhada no mundo tenha sido um mulato ou algo parecido…..

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *