O que é o verdadeiro Sucesso?!


O que é o sucesso?! De forma simples, o sucesso está relacionado ao fato de se alcançar o êxito … mas qual o tipo de êxito ou sucesso que se deve buscar?! A grande maioria das pessoas entende que sucesso é sinônimo de riqueza, possuir muitos bens, conhecimento, fama, poder e similares, entretanto as Escrituras não suportam esse conceito, como está escrito …

a vida de um homem não consiste na abundância dos bens que ele possui. … o que entesoura para si mesmo não é rico para com Deus.” (Lucas 12:15b,21)

Assim diz o SENHOR: Não se glorie o sábio na sua sabedoria, nem o forte, na sua força, nem o rico, nas suas riquezas; mas o que se gloriar, glorie-se nisto: em Me conhecer e saber que Eu Sou o SENHOR e faço misericórdia, juízo e justiça na terra; porque destas coisas Me agrado, diz o SENHOR.” (Jeremias 9:23,24)

Observe atentamente ao texto … riquezas ( bens ), sabedoria ( habilidades, conhecimento ), força ( poder, saúde ) … em nada disso nós podemos nos gloriar porque nada disso efetivamente possuímos ou vem unicamente de nós mesmos, pois a verdadeira riqueza procede do SENHOR e a Ele tudo pertence, a verdadeira sabedoria vem do Alto e não provém do homem, assim como a nossa força, poder e saúde só existem se o SENHOR, que é a Fonte da força e do poder, assim o permitir, do contrário nem respirar poderíamos, o que dizer então de tudo o mais … entretanto, é importante frisar que, apesar de tudo isso, há algo em que nós podemos nos gloriar … podemos nos gloriar em conhecer ao SENHOR e saber quem Ele É e o que lhE agrada.

O que é então esse “conhecer e saber“?! Conhecer é compreender, entender, discernir quem Deus ÉSaber é ter experiência com Ele, relacionamento, conhece-lO intimamente, fazer parte do Seu círculo íntimo. Conhecer e saber não tem nada a ver com ouvir falar de Deus, ou de conhecer os conceitos sobre Deus apenas intelectualmente … é algo muito mais profundo, pois requer relacionamento, intimidade, viver experiências pessoais com Ele e não viver das experiências dos outros.

Considerando então tudo isso … na minha perspectiva, o sucesso não está, de modo algum, atrelado ao nível de sabedoria ou ao saldo na conta bancária ou ao número de bens ou à fama e ao poder … o SENHOR, se ELE quiser, pode dar todas essas coisas em abundância como as deu a Salomão, a Abraão e outros … mas o verdadeiro sucesso está sim no nível de relacionamento e conhecimento profundo e íntimo com o SENHOR e em desfrutar da Sua presença para contemplar a beleza do SENHOR e manifestar em mim, cada dia mais, a grandeza do caráter do Altíssimo, sendo mais e mais parecido com Cristo e então cumprir os Seus propósitos que me foram designados!

É impossível de se alcançar ou de se construir esse verdadeiro sucesso, sem ter uma vida de oração, conversando com o SENHOR diariamente, de se buscar com anelo a santificação para que tenhamos o caráter de Cristo em nós e de se estudar continuamente as Escrituras … quem despreza ou coloca essas coisas em segundo plano não obterá esse êxito … não será de forma alguma bem-sucedido, mesmo que tenha abundância de riquezas, sabedoria ou poder.

Em vista de tudo isso é importante entender que nós podemos não ter riquezas, sabedoria humana, fama, poder … e ainda assim sermos muito bem-sucedidos do ponto-de-vista do SENHOR, que é o único que realmente importa; pois SE somosNova Criatura” …

SE fostes ressuscitados juntamente com Cristo, buscai as coisas lá do Alto, onde Cristo vive, assentado à direita de Deus. Pensai nas coisas lá do Alto, não nas que são aqui da terra; porque morrestes, e a vossa vida está oculta juntamente com Cristo, em Deus. Quando Cristo, que É a nossa vida, se manifestar, então, vós também sereis manifestados com Ele, em glória.” (Colossenses 3:1-4)

Que o SENHOR lhe abençoe e você alcance o verdadeiro sucesso! 🙏❤️

Design Referente a Letra Aleph “א” em Gênesis 1

A construção das Escrituras é repleta de design!

Por exemplo, a letra Aleph ( א ) está diretamente relacionada ao SENHOR, seja pelo seu valor … 1 … que aponta para o único Deus, seja pela sua construção ( dois “Youdsי que valem 10 cada, e um “Vavו que vale 6 ) que soma 26 … o mesmo valor do nome Sagrado do SENHOR ( YHWH ) … יהוה ( vide a imagem a seguir ).
.


Um exemplo curioso desse design e vínculo é que o valor de alguns dos nomes mais usados para se referir a Deus nas Escrituras, contando as letras a partir de Gênesis 1:1 em hebraico ( saiba que em hebraico lê-se da direita para a esquerda ), a letra que o valor do nome cai é sempre o Aleph ( א ), como mostrado na primeira imagem deste post ( o qual apresenta os primeiros 3 versículos de Gênesis 1 em hebraico ).

Aqui alguns dos nomes de Deus que tem esse comportamento como apresentado na primeira imagem deste post …

( YAH ) יה -> vale 15 ( 10 + 5 )
( YHWH ) יהוה -> vale 26 ( 10 + 5 + 6 + 5 )
( EL ) אל -> vale 31 ( 1 + 30 )
( ELOHIYM ) אלהימּ -> vale 86 ( 1 + 30 + 5 + 10 + 40 )

Será isso uma mera coincidência e obra do acaso?! Bem … a probabilidade disso ser apenas obra do acaso nos diz exatamente o contrário … é design!

Que o SENHOR lhe abençoe grandemente! 🙏❤️

Mobília Adequada

Conta-se que, certa vez, um judeu americano em viagem, ao fazer uma visita a um amigo, estranhou que na casa do mesmo só havia uma mesa, uma cadeira e uma cama, e indagou: “onde está o resto dos seus móveis, as outras coisas de que precisa?”. A resposta foi uma pergunta: “E onde está a sua mobília?”. O visitante respondeu intrigado: “Eu sou um turista e não preciso de mobília, pois não vou parar muito tempo neste lugar”. Então o amigo sorriu e disse: “Eu também sou um turista aqui. Este mundo é somente o vestíbulo do mundo vindouro … e para um vestíbulo, essa mobília é bastante adequada”.

Quantos de nós somos capazes de perceber a vida aqui desta mesma forma?! As coisas que temos e que nos cercam, o que realmente elas representam para nós?! Em certo sentido, evitando cometer excessos ou ser extremista nessa questão, tolamente tentamos povoar a nossa “ante-sala”, nossa vida neste tempo, de bens materiais … carros, móveis, etc …, enquanto que pouco ou nada fazemos para nos prepararmos mais adequadamente para a nossa estadia permanente na “sala de estar” da vida eterna, o mundo vindouro!

Costumo dizer e lembrar que daqui nada podemos levar para o mundo vindouro, exceto o bem que aqui fazemos e as pessoas as quais conseguirmos ser um canal para que elas também possam seguir para o mundo vindouro que o SENHOR preparou para aqueles que foram “comprados a preço de sangue” por meio da cruz … sendo assim, recomendo que medite nisso, pois o meu Senhor e Salvador é o maior exemplo e a essência do que esta reflexão busca nos ensinar! Por isso Ele mesmo nos aconselhou …

Não acumuleis para vós outros tesouros sobre a terra, onde a traça e a ferrugem corroem e onde ladrões escavam e roubam; mas ajuntai para vós outros tesouros no céu, onde traça nem ferrugem corrói, e onde ladrões não escavam, nem roubam; porque, onde está o teu tesouro, aí estará também o teu coração.” (Mateus 6:19-21)

Que o SENHOR abençoe o seu dia! 🙏❤️

Atuação de Deus no Silêncio

Muitas vezes em nossa vida, a atuação de Deus é como no livro de Ester, onde Deus fica em silêncio, oculto … nem mesmo o Seu nome é mencionado diretamente … o mundo parece então perder a cor e o brilho, tudo fica cinza e lúgubre …

Contudo, assim como também é no livro de Ester onde o nome de Deus está efetivamente escondido, cifrado no texto, assim é em nossa vida quando se observa com o devido cuidado e atenção aos detalhes, então percebe-se as “mãos” e a “assinatura” do SENHOR por detrás das ações mais importantes que estão ocorrendo, por vezes Ele atua se contrapondo ao mal e em outras apoiando ao bem … tudo isso está atuando em conjunto para transformar uma situação que antes parecia agir inexoravelmente para lhe causar um grande mal, mas que na verdade terminará agindo em seu favor, fazendo-lhe um grande bem … mudando as trevas em luz … tornando aquilo que parecia ser uma sentença de maldição em uma grande benção sem medida!

Sei que muitas vezes, pelas situações que se colocam contra nós … e eu sei bem disso porque também tenho vivido situações assim …, a esperança parece desvanecer e uma solução parece difícil e muito distante, talvez até impossível … entretanto tenha ânimo e força … mantenha a fé e a confiança naquEle que TUDO pode e que atua em favor dos que nEle esperam!

Que o SENHOR lhe abençoe grandemente! 🙏❤️

Quando Estamos no Deserto

O deserto é um lugar de desolação e aridez, onde não há referências que nos possam dar uma direção certa, pois a paisagem se mostra sempre de um mesmo “vazio” de vida por todos os lados … a palavra “Deserto” em Português vem do Latim DESERTUS, que significa “lugar arruinado, árido”, literalmente “algo abandonado” e vem da palavra DESERTARE, ligado a DESERERE, “abandonar, esquecer, deixar de lado” … sendo assim o deserto é um lugar de esquecimento, de abandono, de fome e sede; associado tradicionalmente a habitação de animais perigosos e peçonhentos … lugar de demônios e de morte.

Quando você estiver no “deserto” de sua vida, onde você sente-se só, árido, desolado e perdido … sem referências ou caminhos para sair dele … saiba que uma das formas mais eficazes de você se guiar num deserto, e assim sair dele, é olhando para o céu. Os marcos e referências num deserto não estão em seu relevo, pois muitas vezes tudo parece igual, então nessas horas saber “ler” os caminhos apontados nos céus é de onde virá a direção certa! … tendo isso em mente, saiba que o céu revelou-se ao homem por meio da Palavra de Deus, portanto quando estiver passando por um deserto em sua vida, recomendo que você leia as Escrituras; nela você terá a direção certa para sair desse ambiente árido de deserto … a Palavra de Deus irá lhe proporcionar o alimento e a água necessários para que você consiga passar por essa dura ( e por vezes longa ) jornada no deserto em direção a um local de descanso, um lugar verdejante e irrigado por correntes de águas limpas e refrescantes, onde tudo aponta para a vida … e vida abundante!

Não por acaso, a palavra hebraica para deserto é מדבר “midbar” que vem da raiz דבר “dabar” que significa “palavra, fala, conversa” … isso nos aponta que o SENHOR permite muitas vezes estarmos passando por um “deserto” em nossas vidas … sozinhos e desorientados … para que possamos ouvir a Palavra do SENHOR, conversar com Ele, então iremos entender que tudo de que precisamos realmente é de Sua Palavra, nada além disso! Por meio da Palavra teremos a provisão e direção necessárias. Foi no deserto que Moisés falou com o SENHOR face-a-face, dessa forma é no deserto que devemos buscar a Face do SENHOR, ouvir a Sua Palavra e então falar-lhe face-a-face por meio de Cristo, pois Jesus é o verbo de Deus, a Palavra encarnada … Ele é o caminho da salvação, a verdade que nos liberta e a vida … vida eterna … vida abundante! … “Quem tem ouvidos [ para ouvir ], ouça!” (Mateus 13:9)

Que o SENHOR resplandeça a Sua Face sobre ti e lhe proporcione Sua Shalom ( paz, completude, bem-estar, segurança, saúde, prosperidade ) que excede a todo entendimento! 🙏❤️

Assim diz o SENHOR: ‘O povo que escapou da morte achou graça no deserto’. Quando Israel buscava descanso, o SENHOR lhe apareceu no passado, dizendo: ‘Com amor eterno Eu te amei; por isso, com bondade te atraí … Há esperança para o teu futuro’, declara o SENHOR.” (Jeremias 31:2,3,17a)

O Tempo de Luz do Dia e o seu Curioso Vínculo no Hebraico

 

Considere a duração relativa do tempo da luz do dia ( definido pelo intervalo entre o nascer e o pôr do sol ) e o tempo de escuridão ( o restante do ciclo de 24 horas ). Esse tempo nos define o tempo ao que chamamos de “dia” ( luz do dia ) e “noite” ( ausência da luz do dia ). É interessante que muitos acham que o tempo de dia e noite são, na média anual, de igual duração quando computado os seus valores ao longo do ano. Entretanto, devido a características do nosso planeta e de sua órbita elíptica, é interessante ressaltar que o tempo de luz do dia é relativamente pouco superior ao tempo de escuridão … uma forma tênue e muito discreta do SENHOR afirmar que a Luz é superior as Trevas já na construção da separação dos dias e anos, conforme está escrito …

Disse também Deus: Haja luzeiros no firmamento dos céus, para fazerem separação entre o dia e a noite; e sejam eles para sinais, para estações, para dias e anos.” (Gênesis 1:14)

Todas as coisas foram feitas por intermédio dEle, e, sem Ele, nada do que foi feito se fez. A vida estava nEle e a vida era a luz dos homens. A luz resplandece nas trevas, e as trevas não prevaleceram contra ela.” (João 1:3-5)

A variação da duração do dia ao longo do ano é causada, como fato bem conhecido, pela inclinação da terra em 23,45° em relação ao eixo perpendicular e ao plano orbital em torno do Sol. Portanto, pode-se naturalmente perguntar sobre a média anual de duração da luz do dia – ou, equivalentemente -, qual a percentagem, em média, que constitui o dia e qual a percentagem que constitui a noite dentro do ciclo de vinte e quatro horas. Uma resposta intuitiva é de que seria 50% para cada, mas esta não é a resposta correta, visto que a a média anual desvia um pouco deste número dependendo da latitude em que ocorre a medição ( observe isso pelo gráfico compartilhado no início deste artigo ).

Por exemplo, para um ano padrão consistindo de aproximadamente 8760 horas, a duração máxima “aparente” do dia seria de 4380 horas, porém existem efeitos físicos e astronômicos que mudam essa proporção. Ou seja, a refração atmosférica permite que o Sol ainda seja visível, mesmo quando fisicamente se situa abaixo da linha do horizonte. Por essa razão, o tempo médio ( desconsiderando os efeitos das nuvens ) é mais longo nas áreas polares, onde o Sol aparente passa a maior parte do tempo no horizonte. Os lugares no Círculo Ártico têm o mais longo dia total anual com 4647 horas ( cerca de 53% do tempo do ano é de luz do dia ), enquanto que o Pólo Norte recebe 4575 horas ( cerca de 52% do tempo do ano é de luz do dia ). Devido à natureza elíptica da órbita da Terra, o Hemisfério Sul não é simétrico e por isso essa diferença entre os pólos. Já na linha do Equador tem-se o total do dia de 4422 horas por ano ( cerca de 50,5% do tempo do ano é de luz do dia ), já na região de Israel, em Jerusalém, por estar na latitude 31 ao norte, o tempo de luz do dia é de cerca de 51% ( mais precisamente 50,76% … guarde esse número! ).

Muito bem! … você deve estar pensando …, mas o que isso tem a ver com o hebraico??!! Ok, vamos lá então … no hebraico temos palavras relacionadas a esses períodos do dia, que são:

  • DIA em hebraico é יוֹם “yowm” ( vide Gn 1:14 ), cujo valor da palavra pelas letras é: 56 = ( 40 = םi) + (י = 10 ) + (ו = 6).
  • NOITE em hebraico é לילה “lay@lah”( vide Gn 1:14 ), cujo valor da palavra pelas letras é: 75 = (ל = 30) + (י = 10) + (ל = 30) + (ה = 5).
  • AMANHECER em hebraico é בקר “boqer” ( vide Gn 29:25 ), cujo valor da palavra pelas letras é: 302 = (ב = 2) + (ק = 100) + (ר = 200).
  • ANOITECER em hebraico é ערב `ereb ( vide Gn 19:1 ), cujo valor da palavra pelas letras é: 272 = (ע = 70) + (ר = 200) + (ב = 2).

Em face dessas informações, agora vamos adicioná-las juntas:

  • AMANHECER + DIA = 302 + 56 = 358
  • ANOITECER + NOITE = 272 + 75 = 347

A primeira coisa surpreendente de se observar sobre esses números acima é que eles são muito próximos um do outro ( como seria de se esperar visto o significado desses termos ). Agora, calculando os seus “pesos relativos” no somatório de seus valores numéricos ( que presume-se representar todo o dia de vinte e quatro horas ), encontramos:

  • Percentual de Luz do Dia: 358 / ( 358 + 347 ) = 358/705 = 50,78% ( lembrou de algo?! )
  • Percentual de Ausência de Luz do Dia: 347/705 = 49,22%

Em outras palavras, o “peso lingüístico” do AMANHECER + DIA implica que períodos de luz no ciclo diário de vinte e quatro horas constituem, em média, 50,78% do ciclo diário completo … observando que o idioma hebraico abrange especificamente Israel e olhando a partir de sua capital, Jerusalémesse valor de 50,78% é fantasticamente muito próximo do número de 50,76% calculado para a cidade de Jerusalém**. Seria isso apenas uma grande coincidência ou um processo altamente elaborado de design?! Quem conhece as Escrituras de forma profunda e os meus muitos estudos sobre esses temas já sabe a resposta … é design divino, sem dúvida!!! Não me canso de repetir … o Criador é espetacularmente majestoso …

Teu, SENHOR, é o poder, a grandeza, a honra, a vitória e a majestade; porque Teu é tudo quanto há nos céus e na terra; Teu, SENHOR, é o reino, e Tu Te exaltaste por chefe sobre todos. Riquezas e glória vêm de Ti, Tu dominas sobre tudo, na Tua mão há força e poder; Contigo está o engrandecer e a tudo dar força. Agora, pois, ó nosso Deus, graças Te damos e louvamos o Teu glorioso nome.” (1 Crônicas 29:11,12)

Que o SENHOR lhe abençoe e ilumine com a Sua maravilhosa luz! 🙏❤️

 

** Caso queira observar esses dados cientificamente e considerar toda a física envolvida no processo para se chegar nesses valores colocados neste artigo, tal como a fórmula usada para o gráfico compartilhado neste post, eu recomendo estes dois sites para você começar a fazer as suas análises e pesquisas: https://physics.stackexchange.com/questions/28563/hours-of-light-per-day-based-on-latitude-longitude-formula/320092http://www.jgiesen.de/astro/solarday.htm

O Deus que Se Oculta, a Fé e a Sua Relação com o Espaço-Tempo

.
A palavra hebraica “עלמּ`olam, significa longa duração, eternidade, mundo físico.
 
Esta única palavra aparece na Bíblia, com variações, não menos que 437 vezes. Na língua hebraica, `olam ( עלמּ ) representa tanto a dimensão física quanto a dimensão do tempo – relacionando-se, especificamente, com sua propriedade “ilimitada”. Assim, `olam ( עלמּ ) significa, simplesmente, “mundo físico” ( tudo o que existe ), mas também fala de “tempo“, “eternidade” ( relacionado ao tempo sem limites ), ou o tempo decorrido desde o início dos tempos até a eternidade.
 
Não deixa de ser curioso e até espantoso ver essa inter-relação entre a dimensão física e o tempo numa única palavra em hebraico há milhares de anos, pois somente recentemente a ciência, por meio da mente brilhante de Einstein, alcançou o entendimento dessa relação conjunta do espaço-tempo através da Teoria da Relatividade, a qual revolucionou a física fornecendo uma descrição unificada da gravidade como uma propriedade geométrica do espaço e do tempo, ou espaço-tempo. Mais uma vez uma descoberta da ciência moderna aponta para algo já descrito de forma cifrada nas Escrituras há muitos milênios.
 
A palavra `olam ( עלמּ ) é derivada da raiz “עלמּ`alam, que significa ocultar, esconder, ser escondido, ser ocultado, ser secreto. Na língua hebraica, essa raiz é origem de muitas palavras, todas com um senso comum: ser escondido, ocultado. Exemplos incluem “העלם” healem ( esquecimento, desaparecimento ), “תעלמה” ta`alummah ( mistério, segredo ), “להעלים” le-halim ( esconder ) e “להתעלם” le-hitalem ( ignorar, agir como se algo é inexistente ).
 
Olhando o sentido da palavra no seu significado mais concreto como era utilizado nos primórdios pelo povo hebreu, `olam ( עלמּ ) significa “além do horizonte“, apontando para algo distante e escondido, tanto fisico quanto temporal, por isso a relação de `olam ( עלמּ ) com sua raiz `alam ( עלמּ ).
 
Você pode então justificadamente perguntar: Qual é a conexão entre “mundo” e “ocultação”? A resposta está escondida no clamor do profeta Isaías a Deus …
 
Verdadeiramente, Tu és Deus que Se oculta ( Se esconde, misterioso ), ó Deus de Israel, ó Salvador.” (Isaías 45:15)
 
O tema do Deus oculto é repetido inúmeras vezes na Bíblia. Por exemplo, quando Moisés pede a Deus “Mostre-me a Tua glória” (Êxodo 33:18), a resposta que ele recebe é …
 
Não Me poderás ver a face, porquanto homem nenhum verá a Minha face e viverá. Disse mais o SENHOR: Eis aqui um lugar junto a Mim; e Tu estarás sobre a penha. Quando passar a Minha glória, Eu te porei numa fenda da penha e com a mão te cobrirei, até que Eu tenha passado. Depois, em tirando Eu a mão, Tu Me verás pelas costas; mas a Minha face não se verá.” (Êxodo 33:21-23).
 
A tradição judaica interpreta isso implicando que a presença de Deus pode ser evidenciada pelas coisas que já ocorreram no passado (“Tu Me verás pelas costas“), entretanto, a própria existência de Deus está escondida dos olhos. Isso é muitas vezes comparado com o fato de que se pode ver o corpo humano, em suas várias manifestações, mas não a alma e o espírito que reside dentro de cada um. Da mesma forma como no Tabernáculo de Moisés no deserto, onde o Pátio ( que simboliza o corpo ) poderia ser visto abertamente, mas o Lugar Santo ( que representa a alma) e o Lugar Santíssimo ( que representa o espírito ) ficavam escondidos pelas várias coberturas e os véus do Santuário. Por isso o autor de Hebreus escreve que o caminho ao SENHOR foi por meio da destruição do véu ( a cobertura que simboliza a carne … nesse caso a carne de Jesus que escondia a Sua natureza divina ) que esconde o Santuário …
 
Tendo, pois, irmãos, intrepidez para entrar no Santo dos Santos, pelo sangue de Jesus, pelo novo e vivo caminho que Ele nos consagrou pelo véu, isto é, pela Sua carne” (Hebreus 10:20)
 
O sentido e o uso da palavra `olam ( עלמּ ) agora se torna claro: o mundo inteiro é uma manifestação do oculto de Deus. Deus está no mundo, mas o mundo inteiro é também um testemunho do Deus que Se esconde ( Isaías 45:15 ) e isso para que o homem sempre tenha que fazer uso da fé, porque …
 
… sem fé é impossível agradar a Deus, porquanto é necessário que aquele que se aproxima de Deus creia que Ele existe e que se torna galardoador dos que O buscam.” (Hebreus 11:16)
 
O design na palavra hebraica para “mundo” e “eternidade” agora torna-se óbvio: em uma única palavra, `olam ( עלמּ ), está descrito toda a criação que envolve o mundo físico e o tempo, percebidos na física moderna pela relação espaço-tempo que rege o universo, mas que também fala do Criador de todas as coisas e que Se esconde, que Se oculta para que o homem possa fazer uso de seu poder de escolha e busque ou não ter um relacionamento com aquEle que o criou.
 
Recomendo que você busque ao SENHOR enquanto ainda pode, como está escrito …
 
Buscai o SENHOR enquanto se pode achar, invocai-O enquanto está perto. Deixe o perverso o seu caminho, o iníquo, os seus pensamentos; converta-se ao SENHOR, que Se compadecerá dele, e volte-se para o nosso Deus, porque é rico em perdoar.” (Isaías 55:6,7)
 
O SENHOR está muito perto de você, não se deixe enganar pelo véu do espaço-tempo dessa criação, pois escondido atrás desse véu está o Criador, esperando para lhe encontrar e mudar a sua vida de uma forma como você nunca poderia imaginar e lhe mostrar o bom propósito que Ele tem para a sua vida.
 
Que Deus lhe abençoe e lhe ilumine!🙏❤️