Obama, definitivamente ele não é um exemplo a ser seguido

É incrível o poder da mídia, mesmo após anos de ações deliberadamente calculadas e diabólicas, para dizer o mínimo, ainda vejo pessoas citando Obama como “um exemplo” a ser seguido de pessoa e presidente. É muita cegueira, falta de discernimento ou alienação, sei lá. Mas basta observar o “currículo” de feitos do presidente americano para perceber o que tem acontecido.

Como a maioria das pessoas vive desinformada em face da fonte de informação da qual se utilizam, vou relacionar apenas algumas poucas realizações nesses anos em que o “inimigo-em-chefe”, Barack Hussein Obama, ocupa o cargo e analise você mesmo os fatos:

* Quando assumiu o cargo em 2009, a dívida americana “oficial” estava na casa dos US$ 10,6 trilhões, agora, praticamente 7 anos depois, o montante da dívida está em quase US$ 19 trilhões … e subindo … ou seja, o que décadas e décadas de mandatos de presidentes americanos levaram para enfim chegar ao montante de US$ 10,6 trilhões, e nisso estão inclusas as duas guerras no Iraque e outras, Obama em cerca de praticamente 2 mandatos conseguiu, sozinho, praticamente colocar sobre os ombros da nação americana um valor similar e assim quase que duplicar o peso da dívida sobre os ombros do povo americano. Somente este feito já é incrível e terrível por si só. ( mais detalhes aqui: https://www.facebook.com/DioneiCleberVieira/posts/1187236054639735 )

* Ao assumir o cargo, ele imediatamente nomeou indivíduos reconhecidamente comunistas como sendo os seus, assim chamados, “Czares”. Muitas dessas pessoas eram tão escandalosamente anti-americanas que Obama teve que pedir-lhes para renunciarem.

* Ele nomeou muçulmanos devotos para cargos sensíveis no Departamento de Segurança Nacional e no Departamento de Estado. A maioria destes com ligações diretas à Irmandade Muçulmana e organizações de vínculos suspeitos com grupos terroristas. A própria instituição CAIR (Conselho sobre Relações Islâmico-Americanas) possui membros ligados ao governo Obama e há inúmeros vínculos suspeitos com grupos terroristas pelo mundo. A própria CIA é comandada por um muçulmano convertido, John Brennan. Depois alguns acham que eu exagero quando escrevo “inimigo-em-chefe”. ( mais detalhes neste artigo: http://dcvcorp.com.br/?p=1186 e aqui: http://dcvcorp.com.br/?p=1090 )

* Ele estava diretamente envolvido na “Primavera Árabe”, juntamente com Mohamed Morsi (chefe da Irmandade Muçulmana). Seu objetivo era derrubar os líderes seculares dos países árabes, e substituí-los por muçulmanos fundamentalistas como Morsi. A Lei da Sharia era o objetivo. Nós podemos ver o quão bem isso funcionou para ele no Egito, ironicamente falando, claro. Ele foi a causa do caos que está na Líbia hoje, porque ele queria Qadafi fora – sem fazer perguntas. Detalhe, esse movimento da “Primavera Árabe” fazia parte da Fase 4 (2010 a 2013) do cronograma Islâmico de dominação mundial publicada pela revista Spiegel em 2005 e Obama o tornou possível. ( mais detalhes aqui: http://dcvcorp.com.br/?p=435 )

* Ele retirou as tropas do Iraque, indo contra os conselhos de seus generais que alertaram que isto deixaria um vácuo perigoso. Com esse vácuo, o ISIS acabou por vir à tona e estabelecer o Califado. Calculado? O que você acha? Apenas mais um detalhe, a criação de um “Estado Islâmico” e de um “Exército Islâmico” faziam parte da Fase 5 do cronograma Islâmico de dominação mundial publicada pela revista Spiegel em 2005 e Obama também o tornou possível. ( mais detalhes aqui: http://dcvcorp.com.br/?p=435 )

* Ele armou e treinou os rebeldes sírios que lutavam contra Assad. A maioria destes rebeldes se tornaram combatentes pelo ISIS. Por que você acha que muitos deles estão usando armas, munições e tanques americanos? Precisa ser um gênio para perceber o que acontece? ( mais detalhes aqui: http://dcvcorp.com.br/?p=1205, aqui: http://dcvcorp.com.br/?p=536 e aqui: http://dcvcorp.com.br/?p=519)

* Ele apoiou abertamente a questão do casamento gay em seu segundo mandato, lembrando que durante as eleições para o seu primeiro mandato Obama declarou abertamente que o casamento era uma instituição formada por um homem e uma mulher e depois isso mudou totalmente, ou seja, mentiu descaradamente, realmente um ótimo “exemplo” de caráter e de cristão. O único grupo que ele entreteu e recebeu na Casa Branca mais do que a Irmandade Muçulmana foi a turma LGBT. Ele prometeu-lhes o seu apoio no sentido de tornar o casamento gay legal em toda a nação. E ele foi bem sucedido, como já se sabe. ( mais detalhes aqui: http://dcvcorp.com.br/?p=1571 )

* Ele disse ao mundo que a América não é uma nação cristã. Precisa desenhar???

* Ele tem usado cada caso de tiroteio em massa (houve mais sob o seu mandato do que nunca antes na história) como uma plataforma para a regulamentação mais rígida em relação às armas. Essa é uma política extremamente perigosa, pois retira do povo qualquer forma de defesa e coloca sobre o Estado todo o poder bélico e, dependendo de que esteja no poder, isso pode migrar para um lado de extremo perigo.

* Ele se recusa a usar os termos “terrorismo islâmico radical”, mesmo quando a evidência é esmagadora, ele recua dessas palavras a todo o custo. Afinal ele conhece “Engenharia Social” como poucos e sabe do peso das palavras. ( aqui um exemplo: http://dcvcorp.com.br/?p=1160 )

* Ele tem demonizado cristãos, patriotas e conservadores como sendo “inimigos do Estado”. ( mais detalhes aqui: http://dcvcorp.com.br/?p=1798, aqui: http://dcvcorp.com.br/?p=505, aqui: http://dcvcorp.com.br/?p=2286 e aqui: http://dcvcorp.com.br/?p=802 )

* Ele empurrou o “Obamacare” goela abaixo dos americanos e sem a quantidade adequada de apoio no Congresso. Não se tratava de cuidados de saúde, mas sim sobre o controle das massas e aumento de despesas sobre a população e o Estado.

* Ele supervisionou um IRS (Receita Federal) sem escrúpulos que alvejou grupos conservadores que se manifestaram contra a sua administração.

* Ele dispensou um grande número de generais e almirantes dos EUA. Só se pode assumir que estas pessoas não concordavam ou apoiavam o que ele estava fazendo com a América. Ele reduziu drasticamente a força militar dos EUA. ( aqui um exemplo: http://dcvcorp.com.br/?p=1186 )

* Ele tem executado algumas de suas ordens executivas de uma maneira enganosa – sempre à espera do Congresso estar fora de sessão e, geralmente, em uma noite de sexta-feira.

* Ele colocou tantas restrições sobre a patrulha de fronteira, que essas pessoas não podem fazer o seu trabalho de forma eficiente, facilitando assim a entrada de imigrantes ilegais em território americano.

* Depois do massacre em Paris, ele insistiu que o terrorismo não é a preocupação do mais premente do ocidente. Ele disse que a mudança climática era muito mais urgente e perigosa para o nosso planeta.

* Ele tem a grande mídia no bolso. Eles poderiam muito bem ser chamados de um braço político de seu governo. Joseph Goebbels, Ministro da Propaganda de Hitler, ficaria orgulhoso dos métodos de Obama.

* Ele está usando um timing perfeito para libertar os terroristas em Guantânamo em grupos. Ele espera por grandes histórias que ofusquem as suas ações, e desvia a atenção do público quando ele estrategicamente escolhe quais os terroristas serão libertados para outros países. ( veja aqui: http://dcvcorp.com.br/?p=1305 )

* Ele tem tratado o Primeiro-Ministro Israelense, Benjamin Netanyahu, pior do que qualquer outro presidente americano na história já tratou um líder de Israel. Ele até tentou subverter a reeleição de Netanyahu. ( mais detalhes aqui: http://dcvcorp.com.br/?p=1397 e aqui: http://dcvcorp.com.br/?p=1135 )

Eu poderia seguir a lista em muitos e muitos outros dados e informações, mas acredito que já dê para perceber o ponto que levantei no início deste post sobre o caráter e as intenções do atual presidente americano e o quanto é estúpido promover tal personagem, principalmente se você se diz cristão e realmente preza pelos valores cristãos.

Obama enfraqueceu os EUA ao ponto de perder a posição como a nação mais poderosa na terra, basta observar como a China, a Rússia e o Irã tem estendido as suas “garras” em várias áreas e eu poderia citar outros mais, mas essa questão é auto-evidente ao se observar os movimentos geopolíticos globais. Mas no fim este tem sido o seu objetivo, destruir a América a partir de dentro … e nisso ele tem feito um grande trabalho!

Foto de Dionei Vieira.
Foto de Dionei Vieira.

Fonte: Dionei Vieira – É incrível o poder da mídia, mesmo após anos de…

One thought to “Obama, definitivamente ele não é um exemplo a ser seguido”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *