Virá ao seu templo o Senhor …

trombeta

 

Eis que eu envio o meu mensageiro, que preparará o caminho diante de mim; de repente, virá ao seu templo o Senhor, a quem vós buscais, o Anjo da Aliança, a quem vós desejais; eis que ele vem, diz o SENHOR dos Exércitos. Mas quem poderá suportar o dia da sua vinda? E quem poderá subsistir quando ele aparecer? Porque ele é como o fogo do ourives e como a potassa dos lavandeiros. … Então, a oferta de Judá e de Jerusalém será agradável ao SENHOR, como nos dias antigos e como nos primeiros anos. Chegar-me-ei a vós outros para juízo; serei testemunha veloz contra os feiticeiros, e contra os adúlteros, e contra os que juram falsamente, e contra os que defraudam o salário do jornaleiro, e oprimem a viúva e o órfão, e torcem o direito do estrangeiro, e não me temem, diz o SENHOR dos Exércitos.” (Malaquias 3:1-2,4-5)


Note a distinção entre “Senhor” (אדני ‘adown) e “SENHOR” (יהוה Y@hovah) – uma alusão ao Cordeiro, o Messias, e ao que se assenta no Trono – no texto acima … observe também o trecho “… de repente, virá [בוא bow’ … entrará, ser colocado] ao seu templo o Senhor …”, ou seja, virá surpreendentemente, repentinamente, num instante. Perceba também o uso da palavra “templo” (היכל heykal … templo, arca, nave, santuário, etc) em minúsculo, sinal de que o Senhor (veio e virá novamente) no seu “templo”, no seu corpo, por isso os anjos disseram em Atos: “Esse [mesmo] Jesus (corpo) … “

E, estando eles com os olhos fitos no céu, enquanto Jesus subia, eis que dois varões vestidos de branco se puseram ao lado deles e lhes disseram: Varões galileus, por que estais olhando para as alturas? Esse Jesus que dentre vós foi assunto ao céu virá do modo como o vistes subir.” (Atos 1:10-11)

O trecho “Mas quem poderá suportar o dia da sua vinda?” encontra eco em Apocalipse 6:17, “porque chegou o grande Dia da ira deles [o que se assenta no trono e o Cordeiro]; e quem é que pode suster-se?” …

… quanto ao “Anjo da Aliança” é importante observar as referências a seguir …

Eis aí vêm dias, diz o SENHOR, em que firmarei nova aliança com a casa de Israel e com a casa de Judá. … Porque esta é a aliança que firmarei com a casa de Israel, depois daqueles dias, diz o SENHOR: Na mente, lhes imprimirei as minhas leis, também no coração lhas inscreverei; eu serei o seu Deus, e eles serão o meu povo.” (Jeremias 31:31,33)

Semelhantemente, depois de cear, [Jesus] tomou o cálice, dizendo: Este é o cálice da nova aliança no meu sangue derramado em favor de vós.” (Lucas 22:20)

Por isso mesmo, Ele [Jesus] é o Mediador da nova aliança, a fim de que, intervindo a morte para remissão das transgressões que havia sob a primeira aliança, recebam a promessa da eterna herança aqueles que têm sido chamados.” (Hebreus 9:15)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *