Jesus, o nosso “hupogrammos” …

Quando uma palavra grega aparece uma única vez em TODO o Novo Testamento, isso é uma característica em si suficiente para se estudar o seu significado e contexto mais à fundo, ainda mais quando ela está diretamente relacionada ao nosso Salvador, Senhor e Messias, Jesus. Abaixo segue o texto e a palavra em questão …

Porquanto para isto mesmo fostes chamados, pois que também Cristo sofreu em vosso lugar, deixando-vos exemplo (υπογραμμος hupogrammos) para seguirdes os Seus passos” (1 Pedro 2:21)

Nesta versão, e em muitas outras, o tradutor optou por traduzir “hupogrammos como “exemplo“, mas o significado é muito mais profundo e abrange ainda maiores implicações ao texto. Tecnicamente o termo grego “hupogrammos” (υπογραμμος), é uma palavra composta por dois termos gregos “υπο hupo” (sob, por debaixo) e “γραφω grapho” (escrever, com referência a forma das letras e/ou ao seu conteúdo), o que portanto significa: uma cópia escrita, que inclui todas as letras do alfabeto, dada aos iniciantes como uma ajuda para aprender a como desenhá-los.

Em termos simples para os dias de hoje, é como a criança ou o novato que está aprendendo a escrever as letras do alfabeto e precisa de um “molde” que esteja “por debaixo” para ele seguir com o lápis (vide imagens anteriores) e assim aprender como desenhar as mesmas, pois era essa a forma mais comum usada para se alfabetizar as pessoas no idioma grego nos tempos de Jesus. Por isso Pedro, inspirado pelo Espírito, faz uso desse termo no texto acima mencionado.

Sabendo agora disto, podemos expandir o significado do texto, pois segundo nos coloca Pedro, Jesus é o nosso “hupogrammos”. Jesus deixou-nos, através das Escrituras, um “hupogrammos” (um modelo escrito) pelo qual nós devemos “desenhar” todo o resto. A vida de Cristo é a vida, o hupogramos, sobre o qual nós devemos “desenhar” toda a nossa vida.

Sendo assim, as ações da vida do Messias são os hupogrammos das ações que devem delinear as nossas ações e reações de vida; os pensamentos de Jesus são os pensamentos hupogrammos que nós devemos ter; o caminho hupogrammos que Ele seguiu é o caminho que nós temos de seguir; o Seu amor é o hupogrammos do amor que nós devemos sentir … enfim, a nossa vida como um todo, em TODOS os seus aspectos, devem seguir “à risca o modelo dos passos já deixados pelo nosso Salvador e Senhor … Jesus é o hupogrammos de sua vida.

Sede, pois, imitadores de Deus, como filhos amados; e andai em amor, como também Cristo nos amou e se entregou a si mesmo por nós, como oferta e sacrifício a Deus, em aroma suave.” (Efésios 5:1,2)

Entenda, você não pode seguir aquilo que desconhece, não há como seguir um caminho se você não sabe onde ele está. O quanto você conhece das Escrituras? Quão familiarizado está você com os pensamentos, palavras, sentimentos e ações de Jesus? É por isso que Jesus, em João 15, é tão enfático em dizer que as palavras dEle (seu hupogrammos), devem, precisam estar em nós, do contrário não temos parte com Ele.

Eu Sou a videira, vós, os ramos. Quem permanece em Mim, e Eu, nele, esse dá muito fruto; porque sem Mim nada podeis fazer. Se alguém não permanecer em Mim, será lançado fora, à semelhança do ramo, e secará; e o apanham, lançam no fogo e o queimam. Se permanecerdes em Mim, e as Minhas palavras permanecerem em vós, pedireis o que quiserdes, e vos será feito. Nisto é glorificado Meu Pai, em que deis muito fruto; e assim vos tornareis Meus discípulos.” (João 15:5-8)

Aquele, entretanto, que guarda a Sua palavra, nEle, verdadeiramente, tem sido aperfeiçoado o amor de Deus. Nisto sabemos que estamos nEle: aquele que diz que permanece nEle, esse deve também andar assim como Ele andou.” (1 João 2:5,6)

Deus, o nosso Pai Celeste, quando enviou o Seu Filho para este mundo, não apenas nos deu o meio de resgate da morte e do inferno por meio dEle, mas através do Filho, também nos ensinou como devemos nos portar e ter uma vida que O agrade e que lhE dê prazer, para sermos então verdadeiramente como filhos do Altíssimo, seguindo uma vida nos mesmos moldes da vida do Seu Filho. Jesus não apenas caminhou entre nós, Ele deixou o rastro de todas as marcas desse caminho para que sigamos em nossas vidas também pelo mesmo caminho, desde os nossos pensamentos, palavras e sentimentos até as nossas ações e reações. Portanto, analise a sua vida em todos os seus aspectos e veja se a sua “caneta” ainda está seguindo as mesmas “linhas” deixadas por Jesus, caso não esteja, recomendo corrigir o quanto antes!

Deus lhe abençoe e lhe faça transbordar do pleno conhecimento da Sua vontade, em toda a sabedoria e entendimento espiritual; a fim de que você viva de modo digno do Senhor, para o Seu inteiro agrado, frutificando em toda boa obra e crescendo no pleno conhecimento de Deus!!!

 

2 comentários em “Jesus, o nosso “hupogrammos” …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *