Corações Duros

 

Os crentes em Cristo podem ter corações duros?! … Sim, infelizmente eles podem …

Quando os discípulos viram milagres, por exemplo, muitas vezes não os compreendiam porque “o seu coração estava endurecido” …

… porque não haviam compreendido o milagre dos pães; antes, o seu coração estava endurecido (πωρόω ‘poroo’).” (Marcos 6:52)

Jesus, percebendo-o, lhes perguntou: Por que discorreis sobre o não terdes pão? Ainda não considerastes, nem compreendestes? Tendes o coração endurecido (πωρόω ‘poroo’)?” (Marcos 8:17)

Eles tinham, de alguma forma, “perdido” a sensação de temor, surpresa e admiração pela Presença milagrosa do Senhor no meio deles.

Eles não esperavam os milagres porque as suas mentes estavam entorpecidas e incapazes de compreender a realidade (vide também João 12:40, Romanos 11:7, 2 Coríntios 3:14, todas estas passagens usando a mesma palavra grega para endurecido, πωρόωporoo”, que significa tornar o coração endurecido, insensível; recobrir com uma pele espessa, endurecer).

Jesus ligou essa dureza à cegueira, tanto física quanto espiritual … “Cegou-lhes os olhos e endureceu-lhes o coração, para que não vejam com os olhos, nem entendam com o coração, e se convertam, e sejam por mim curados.” (João 12:40).

Mesmo depois da ressurreição, Jesus repreendeu os seus seguidores mais próximos por sua incredulidade e dureza de coração (σκληροκαρδία “sklerokardia”), porque não acreditaram no testemunho de Maria Madalena e nas outras testemunhas de Sua ressurreição (veja Marcos 16:11-14).

Os discípulos, de alguma forma, “esqueceram” o ensinamento repetido de Jesus de que Ele deveria sofrer, morrer e ser ressuscitado no terceiro dia (veja Mateus 16:21 e Lucas 9:22).

Em vista disso, examine você o seu próprio coração, à luz do Espírito, buscando eliminar qualquer traço de dureza que possa estar lhe envolvendo, seja essa dureza devido aos tempos difíceis em que vivemos ou por você ter se “acostumado” a uma vida cristã cotidiana que já não se alegra ou se anima e se surpreende com as ações do SENHOR, por mais mínimas e comuns que elas possam parecer, mas que são milagres diários … tais como o nascer do sol, a chuva ou a nossa própria existência em si.

Lembre do perigo de se ter um coração endurecido, pois lhe cega o entendimento não apenas físico, mas também espiritual … e quando se anda como um cego, o risco de se cair em buracos ou abismos é muito maior!

Deus lhe ilumine e lhe abençoe grandemente!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *