Os Três Níveis

A arca de Noé tinha o próprio Deus como designer (Gênesis 6:14-16), e a salvação por meio de Jesus é o design de Deus (Jonas 2:9, Efésios 1:9,11). A arca de Noé continha apenas uma porta (Gênesis 6:16), assim como Jesus é a única porta para a salvação (João 10:9). A arca de Noé continha três níveis (Gênesis 6:16) e a salvação possui três níveis experienciais (2 Coríntios 1:10): passado, presente e futuro.
 
No passado (em Moriah), Jesus nos livrou da pena do pecado; no presente, Ele nos livra do poder do pecado; e no futuro Ele nos livrará da própria presença do pecado. Da mão de Noé foi dado o sinal da pomba, um símbolo de paz e da presença permanente do Espírito de Deus.
 
A vida cristã também é permeada de três níveis de conhecimento e intimidade com o SENHOR. O Tabernáculo apresentava os mesmos três níveis: o Pátio, o Lugar Santo e o Lugar Santíssimo; sendo então uma simbologia, uma sombra dos três níveis da vida cristã, que abrangem o corpo (Pátio), onde sacrificamos todo os dias os desejos da carne no altar (vide Romanos 12:1), a alma (Lugar Santo), onde renovamos e transformamos a mente (intelecto) e o coração (sentimentos), e o espírito do homem (Lugar Santíssimo), onde nos enchemos do Espírito e da presença do SENHOR e buscamos ser um com Ele.
 
O cristão entra no Pátio pela , aceitando o sacrifício de Cristo na cruz (altar) e lendo a Palavra (bacia) que limpa e aumenta a sua fé, então ele cresce e se desenvolve para entrar no Lugar Santo pela esperança, pela expectativa do bem que virá, tendo a mente (intelecto) e o coração (sentimentos) iluminados (menorah), alimentados (mesa dos pães da presença) e buscando ao SENHOR em oração (altar de incenso). Finalmente, ele adentra o Lugar Santíssimo quando conhece e pratica o verdadeiro amor, a Deus acima de tudo e ao próximo como a si mesmo, tendo em si a presença do SENHOR (arca da aliança). Vide 1 Coríntios 13:13, “Agora, pois, permanecem a fé, a esperança e o amor, estes três; porém o maior destes é o amor.
 
A fé em Cristo nos faz passar pela porta do caminho que nos leva ao Pátio; a esperança, a expectativa do bem que virá por meio de Cristo nos leva pela porta da verdade que nos faz adentrar ao Lugar Santo. Já o amor de Cristo e em Cristo é a chave para passar a porta que nos leva para a vida, para o Santíssimo, onde está a presença de Deus e a vida eterna. Vide João 14:6, “Respondeu-lhe Jesus: Eu Sou o caminho, e a verdade, e a vida; ninguém vem ao Pai senão por Mim.
 
O cristão no Pátio, dá fruto (a 30); pelo processo de limpeza ele cresce, entra no Lugar Santo, e começa a dar mais fruto (a 60). Quando está cheio do Espírito, da presença e do amor do SENHOR, ele entra no Santíssimo e dá muito fruto (a 100). Vide textos de João 15:2,5 e Mateus 13:23.
 
O cristão no Pátio, ainda está com o seu “barco” na areia, junto à praia do lago, pouco ainda conhece do seu SENHOR, apenas ouve dEle se falar. O cristão no Lugar Santo já está com o seu “barco” em “águas rasas“, onde o SENHOR mesmo lhe instrui e ensina sobre Si e o Reino. Mas é com o seu “barco” em “águas profundas“, no Santíssimo, onde a intimidade com o SENHOR é igualmente profunda e plena, onde a verdadeira recompensa se manifesta e transborda a ponto de ser abundantemente cheio, rasgando nossas “redes”. Vide Lucas 5:1-7.
 
O cristão no Pátio conhece a boa vontade do SENHOR. No Lugar Santo ele conhece a agradável/aceitável vontade do SENHOR, mas é no Santíssimo onde ele conhece a perfeita vontade do SENHOR. É um processo gradativo de conhecimento e de intimidade com o SENHOR que nos revela também gradativamente a Sua vontade. Vide Romanos 12:2, “E não vos conformeis com este século, mas transformai-vos pela renovação da vossa mente, para que experimenteis qual seja a boa, agradável e perfeita vontade de Deus.
 
Eu recomendo que você busque ao SENHOR com ardor, constância, fervor e profundidade, por meio da Palavra, da oração e deixando o Espírito lhe mudar, moldar e guiar … deixe de ser um cristão menino, carnal (no Pátio) e cresça, passando pelo Lugar Santo, renovando e transformando a sua mente e coração, até chegar ao Santíssimo, onde então você conhecerá a perfeita vontade do SENHOR, sendo um com Ele; então conhecerá e manifestará em si o amor verdadeiro, que é o maior e o mais nobre dos sentimentos, das virtudes do fruto do Espírito, o qual nos faz parecidos com o SENHOR, onde você dará muito fruto (a 100), terá a recompensa das “águas profundas“, alcançará a vida abundante, e assim conhecerá a Plenitude de Cristo, de Sua vontade e será cheio de toda a sabedoria e entendimento espiritual.
 
Que o SENHOR lhe ilumine e abençoe!!! 🙏❤️

 

2 thoughts to “Os Três Níveis”

  1. Grande aprendizado deste assunto tão interessantíssimo e importante para nós cristãos que precisamos crescer na Graça mais também no conhecimento de nosso Deus maravilhoso. Realmente tudo é proposital para a glória de Adonai.
    kadosh, kadosh, Kadosh.

  2. Revelação mui profunda! Os detalhes fazem toda a diferença e esse texto é riquíssimo nesse aspecto. Deus continue lhe revelando e continue lhe abençoando com muita sabedoria, para repassar a nós, tudo o que o Pai tem revelado a você grande mestre Dionei.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *