O SENHOR e a Sua “Pluralidade” nos Originais

majestade

 

Eu amo estudar sobre o meu SENHOR e a Sua Majestade nas Escrituras em hebraico, pois no original certas frases ganham um sentido maior e mais interessante pela sua construção, termos e conjugações; afinal por melhor que seja a tradução, o idioma original sempre terá características próprias que só são perceptíveis nele e que se perdem na tradução.

Como exemplo, vou colocar uma série de versículos que ilustram a “pluraridade” do SENHOR que na versão em Português foram traduzidos de uma forma singular, mas que no original estão no plural. Como irá observar, o termo no original para “Deus” é “Elohiym”, quem conhece o hebraico já percebe, pela sua terminação, que Elohiym é plural e ele aparece já no primeiro versículo das Escrituras em Gênesis 1:1, ou seja, se fôssemos literalmente interpretar o versículo, teríamos algo como: “No princípio criou Deuses os céus e a terra”. Isso é gramaticalmente esquisito, visto que o verbo criar está no singular e não no plural como seria a concordância correta, por isso temos a tradução “criou Deus” e essa é a primeira pista na Bíblia da referência à “pluralidade” de Deus. Nos textos abaixo eu vou colocar como está o verbo ou substantivo no hebraico original entre colchetes e o nome usado do SENHOR para que se perceba a diferença com a versão traduzida:

Quando Deus [Elohiym] me fez [fizeram] andar errante da casa de meu pai, eu disse a ela: Este favor me farás: em todo lugar em que entrarmos, dirás a meu respeito: Ele é meu irmão.” (Gênesis 20:13)

E edificou ali um altar e ao lugar chamou El-Betel; porque ali Deus [Elohiym] Se lhe revelou [foram-lhe revelados] quando fugia da presença de seu irmão.” (Gênesis 35:7)

Então, Josué disse ao povo: Não podereis servir ao SENHOR, porquanto é Deus [Elohiym] Santo [Santos], Deus zeloso, que não perdoará a vossa transgressão nem os vossos pecados.” (Josué 24:19)

Quem há como o Teu povo, como Israel, gente única na terra, a quem Tu, ó Deus [Elohiym], foste resgatar [foram resgatá-los] para ser Teu povo? E para fazer a Ti mesmo um nome e fazer a Teu povo estas grandes e tremendas coisas, para a Tua terra, diante do Teu povo, que Tu resgataste do Egito, desterrando as nações e seus deuses?” (2 Samuel 7:23)

Então, se dirá: Na verdade, há recompensa para o justo; há um Deus [Elohiym], com efeito, que julga [julgam] na terra.” (Salmo 58:11)

Lembra-te do teu Criador [teus Criadores] nos dias da tua mocidade, antes que venham os maus dias, e cheguem os anos dos quais dirás: Não tenho neles prazer;” (Eclesiastes 12:1)

Porque o teu Criador [Criadores] é o teu marido [maridos]; o SENHOR dos Exércitos é o Seu nome; e o Santo de Israel é o teu Redentor; Ele é chamado o Deus [Elohiym] de toda a terra.” (Isaías 54:5)

Regozije-se Israel no seu Criador [seus Criadores], exultem no seu Rei os filhos de Sião.” (Salmo 149:2)

O que isso está nos dizendo é que a realidade de Deus é tão transcendente, tão incrível e tão alta que não há nenhuma palavra em qualquer linguagem que possa expressá-la devidamente. A palavra de Deus nos permite saber que tudo o que você acha que Deus É, saiba que Ele É ainda mais do que isso. Apesar de quão grande você acredite que Ele seja, Ele É ainda maior; apesar de tão belo, majestoso e impressionante que você creia que Ele É, Ele É ainda mais belo, mais majestoso e mais surpreendente. O que isso nos revela sobre Deus? Revela que, apesar do quanto acreditamos saber sobre Deus, há sempre mais para se saber … muito mais. Por isso, nunca pare de buscar a Ele, porque “Elohiym” É tão incrível que Ele É sem fim.

Em Isaías  temos dois exemplos emblemáticos que denotam a pluralidade do SENHOR em três formas, onde você pode perceber distintas personalidades relacionadas ao Deus único … veja:

Dá-me ouvidos, ó Jacó, e tu, ó Israel, a quem chamei; Eu Sou O mesmo, Sou O primeiro e também O último. Também a Minha mão fundou a terra, e a Minha destra estendeu os céus; quando Eu os chamar, eles se apresentarão juntos. Ajuntai-vos, todos vós, e ouvi! Quem, dentre eles, tem anunciado estas coisas? O SENHOR amou a Ciro e executará a Sua vontade contra a Babilônia, e o Seu braço será contra os caldeus. Eu, Eu tenho falado; também já o chamei. Eu o trouxe e farei próspero o seu caminho. Chegai-vos a Mim e ouvi isto: não falei em segredo desde o princípio; desde o tempo em que isso vem acontecendo, tenho estado lá. Agora, o SENHOR Deus Me enviou a Mim e o Seu Espírito.” (Isaías 48:12-16)

Perceba que neste trecho de Isaías 48 Deus se apresenta em três formas distintas:

  1. Aquele que fala … “O primeiro e … O último”
  2. O SENHOR Deus … (que enviou Aquele que fala)
  3. O Espírito de Deus … “o Seu Espírito” (o qual também tem participação no envio dAquele que fala)

O Espírito do SENHOR Deus está sobre Mim, porque o SENHOR Me ungiu para pregar boas-novas aos quebrantados, enviou-Me a curar os quebrantados de coração, a proclamar libertação aos cativos e a pôr em liberdade os algemados; a apregoar o ano aceitável do SENHOR e o dia da vingança do nosso Deus; a consolar todos os que choram e a pôr sobre os que em Sião estão de luto uma coroa em vez de cinzas, óleo de alegria, em vez de pranto, veste de louvor, em vez de espírito angustiado; a fim de que se chamem carvalhos de justiça, plantados pelo SENHOR para a sua glória.” (Isaías 61:1-3)

Novamente, neste outro trecho de Isaías 61 temos outras três formas distintas:

  1. Aquele que fala … (Aquele que foi “ungido” para cumprir uma tarefa que somente Deus pode cumprir)
  2. O SENHOR Deus … (O que ungiu Aquele que fala para realizar a Sua tarefa)
  3. O Espírito de Deus … (O que repousa sobre Aquele que fala)

Existem vários debates para buscar explicar essas menções em plural como nos textos acima, desde a alegação por Rabinos de que são referências verbais em caráter “majestáticos”, passando pelas emanações do Eterno até a Trindade. Eu não desejo entrar nesse assunto neste post, pois o alongaria muito. Prefiro aqui apenas apreciar a beleza da Palavra do SENHOR e a Sua Grandeza!!!

One thought to “O SENHOR e a Sua “Pluralidade” nos Originais”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *