As Cinco Coroas e Um Alerta

tribunaldecristo

Eu gosto de estudar e observar as Escrituras como um todo, também entendo que há livros mais “prediletos” por alguns e que estes mesmos acabam “desprezando” outros livros, mas considero isso um erro quando é algo extremado … visto que isso pode se tornar algo grave, pois ao desprezar textos a probabilidade de se incorrer em um erro de interpretação, ou de não conseguir uma melhor visão de um determinado assunto, aumenta consideravelmente, ou será que o SENHOR distribuiu e colocou livros que são “dispensáveis” nas Escrituras?! É óbvio que não! Certos temas dependem de um entendimento abrangente observando os textos do Gênesis ao Apocalipse para que certos contextos sejam entendidos em sua amplitude e para esse tema aqui o caso não é diferente.

Obviamente não pretendo neste artigo esgotar esse assunto, pois mesmo que eu escrevesse um livro precisaria de milhares de páginas, mas darei várias referências neste artigo, no entanto, não vou abordar muitas das parábolas relacionadas aos “talentos” e afins que Jesus explanou e que também se referem ao tema aqui abordado. Na atualidade, eu vejo muitos cristãos “fugindo” das questões de mérito e recompensas como se isso fosse algo antibíblico já que a “graça” denota que não temos mérito algum, pois o mérito é apenas Jesus … para fins de salvação é a mais pura verdade, o mérito nunca foi e nem será nosso nesse sentido, na verdade, nesse aspecto não há maior ou menor, pois todos alcançam a salvação pela misericórdia divina e pela graça através de Cristo. Mas também não se pode negar que mesmo Jesus falou que no Reino há maiores e menores (vide Mateus 5:19; Mateus 18; entre outros),  assim como galardões (recompensas) maiores e menores (vide Mateus 5:12; Lucas 6:23; entre outros) … gostem muitos disso ou não, esse tema é recorrente nas Escrituras em muitas passagens … afinal, Deus é bom e é galardoador (μισθαποδοτης “misthapodotes”; alguém que paga salário, recompensador) daqueles que O buscam (vide Hebreus 11:6)! Lembre também da parábola dos talentos em Mateus 25 e do que houve na distribuição final dos talentos … “Muito bem, servo bom e fiel; foste fiel no pouco, sobre o muito te colocarei; entra no gozo do teu senhor”. Sendo assim, é bom lembrar como não se deve apresentar-se diante do Rei do reis …

 ninguém apareça de mãos vazias perante mim.” (Êxodo 23:15b) (Êxodo 34:20b) (Deuteronômio 16:16b)

Há duas palavras gregas comuns para a palavra “coroa” na Bíblia. Uma palavra usada no Novo Testamento é a palavra “diadema” (διαδημα … ornamento real para a cabeça, coroa), encontrada no Apocalipse (Ap. 12:3; 13:1; 19:12). Esse vocábulo é utilizado para designar as coroas nas cabeças do dragão, as coroas dos dez reis no reino do Anticristo e as “muitas coroas” na cabeça de Cristo quando Ele retornar à Terra para estabelecer o Seu Reino. A palavra “diadema” (vide imagem abaixo) sempre refere-se à coroa de um rei ou de um dignatário imperial.

diadema

A segunda palavra é a palavra grega “stephanos” (στεφανος … grinalda ou guirlanda que era dada como prêmio aos vencedores nos jogos públicos, aquilo que é ornamento e honra para alguém), que é a principal palavra usada para descrever as coroas que os cristãos receberão se forem achados fiéis (1 Ts 2:19; 2 Tm 4:8; Tg 1:12; Ap 2:10). A palavra vem de “stepho”, que significa “cercar, enrolar, torcer” e faz alusão à uma coroa de vencedor. No período Greco-Romano, essa coroa era dada ao vencedor dos jogos. Era tecida como uma grinalda de carvalho, hera, murta, ou mesmo folhas de oliveira, ou, em alguns casos, uma imitação desses componentes em ouro. Em lugar nenhum existe qualquer promessa de um diadema para o cristão, visto que há um só Rei dos reis merecedor de usar essa coroa de realeza e esse Rei é Cristo. No entanto, os cristãos receberão a “stephanos” (vide imagem abaixo), que é a recompensa para a pessoa que ganhava os jogos, participava da corrida e cruzava a linha de chegada.

picture-343

Há cinco tipos diferentes de coroas “stephanos” que são prometidas aos crentes como parte de seu pacote de “aposentadoria celeste”!

A Coroa Incorruptível

Não sabeis vós que os que correm no estádio, todos, na verdade, correm, mas um só leva o prêmio? Correi de tal maneira que o alcanceis. Todo atleta em tudo se domina; aqueles, para alcançar uma coroa [στεφανος “stephanos”] corruptível; nós, porém, a incorruptível.” (1 Coríntios 9:24-25)

A idéia de uma coroa incorruptível indica uma coroa que durará por toda eternidade. Essa coroa sugere uma recompensa que o cristão receberá e que sempre será um lembrete, pelos séculos, de que quem a usa foi fiel em sua vida terrena no propósito de seguir ao Senhor e ser obediente a Ele.

A Coroa de Júbilo

Pois quem é a nossa esperança, ou alegria, ou coroa [στεφανος “stephanos”] em que exultamos, na presença de nosso Senhor Jesus em sua vinda? Não sois vós? Sim, vós sois realmente a nossa glória e a nossa alegria!” (1 Tessalonicenses 2:19-20)

Essa coroa é frequentemente chamada de “coroa do vencedor”, visto que haverá um galardão especial para todos eles. Paulo estava falando à igreja em Tessalônica, Grécia, naquela que foi a primeira das treze cartas que ele escreveu no Novo Testamento. A carta é dividida em cinco capítulos e em cada capítulo o apóstolo faz alusão ao retorno de Cristo. Ele disse a essa igreja que, na vinda de Cristo, eles receberiam uma “coroa de júbilo”. Nós seremos recompensados pelas almas que houvermos ganho para Cristo e uma especial coroa de vencedor será dada a cada crente que foi um ganhador de almas.

A Coroa da Vida

Bem-aventurado o homem que suporta, com perseverança, a provação; porque, depois de ter sido aprovado, receberá a coroa [στεφανος “stephanos”] da vida, a qual o Senhor prometeu aos que o amam.” (Tiago 1:12)

Estudiosos identificam essa coroa com a coroa prometida em Apocalipse 2:10, que é a recompensa dos crentes que perseveraram e venceram as tentações e as provas. Quando Cristo advertiu: “Venho sem demora. Conserva o que tens, para que ninguém tome a tua coroa [στεφανος “stephanos”].” (Apocalipse 3:11); Ele estava admoestando a igreja de Filadélfia para que fosse fiel e suportasse os ataques do inimigo. Há uma coroa especial para aqueles que disciplinaram seus corpos, mentes e espíritos para seguir ao Senhor até o fim. É a coroa da vida.

A Coroa de Glória

Ora, logo que o Supremo Pastor se manifestar, recebereis a imarcescível (imperecível) coroa [στεφανος “stephanos”] da glória.” (1 Pedro 5:4)

Em 1 Pedro 5, o apóstolo Pedro estava falando aos anciãos e instruindo-os a permanecerem fiéis para abastecer o rebanho de cristãos, para não serem gananciosos por dinheiro e para serem um exemplo aos outros. Se forem encontrados fiéis, então, na vinda de Cristo, eles receberão uma “coroa de glória”. Essa coroa em particular é para aqueles que serviram como anciãos, pastores e bispos espirituais na vida dos cristãos, como um pastor cuidaria de suas ovelhas.

A Coroa da Justiça

Já agora a coroa [στεφανος “stephanos”] da justiça me está guardada, a qual o Senhor, reto juiz, me dará naquele Dia; e não somente a mim, mas também a todos quantos amam a sua vinda.” (1 Timóteo 4:8)

É interessante que Paulo menciona o fato da coroa ser concedida àqueles que “amam a Sua vinda”. Alguns poderiam pensar que todos os cristãos amariam a vinda do Senhor. No entanto, há alguns que alegam ser cristãos e que, na verdade, zombam e escarnecem da idéia de que Cristo está voltando (2 Pe 3:3-4). Outros ficarão “envergonhados na Sua vinda” (1 Jo 2:28). Para aqueles que anseiam por essa vinda, há uma coroa de justiça. Somente aqueles em aliança ativa com Cristo, que são constituídos pela justiça de Deus por meio de Cristo, receberão essa coroa especial.

Há sete bençãos, mencionadas por João em Apocalipse, capítulos 2 e 3, prometidas para aqueles que triunfam. As bençãos são:

  1. O vencedor comerá da árvore da vida no paraíso celestial de Deus (Ap 2:7)
  2. O vencedor não sofrerá a segunda morte. (Ap 2:11)
  3. O vencedor comerá o maná escondido e receberá um novo nome, escrito em uma pedra branca. (Ap 2:17)
  4. O vencedor receberá autoridade sobre as nações. (Ap 2:26)
  5. O vencedor não terá seu nome apagado do Livro da Vida. (Ap 3:5)
  6. O vencedor será um pilar no templo e receberá um novo nome. (Ap 3:12)
  7. O vencedor se assentará no trono de Cristo. (Ap 3:21)

Todas as bençãos acima são uma parte das recompensas que os cristãos receberão por servir a Deus fielmente.

Outras recompensas incluirão governar com Cristo sobre a terra, durante o reinado milenar (mil anos). Em Lucas 19, Cristo conta uma parábola sobre os servos que estavam recebendo recompensas por sua fidelidade. Com base no tempo e na renda que esses servos dedicados e leais investiram na obra do Senhor, foi-lhes conferido domínio sobre inúmeras cidades. No Apocalipse, todos os crentes são chamados de “reis e sacerdotes” e lhes é prometido “reinar sobre a terra” (Ap 5:10). Em vista disso, pode-se inferir que durante o milênio, haverá milhares de cidades nas quais os líderes serão estabelecidos para governar sobre regiões inteiras; esses governantes e reis serão os santos que viverem na Terra durante essa época.

Perdendo Seu Galardão

Há algumas coisas muito comoventes que estão ligadas ao julgamento no Tribunal de Cristo. Embora uma pessoa possa ter uma aliança redentora para estar nesse julgamento, haverá pessoas que perderão seu galardão eterno. Essa admoestação é encontrada ao longo de toda a Escritura, aqui um exemplo …

Venho sem demora. Conserva o que tens, para que ninguém tome a tua coroa [στεφανος “stephanos”].” (Apocalipse 3:11)

Cristo disse que ao ajudar os outros, você “de modo algum perderá o seu galardão” (Mt 10:42). À luz das admoestações para que não se perca o seu galardão e para que não se permita que outro tome a sua coroa, as advertências foram dadas a cinco das sete igrejas no Apocalipse, instruindo-as a se arrependerem de suas falhas espirituais e morais, ou enfrentarem consequências espirituais e de julgamento severas:

  1. “Lembra-te, pois, de onde caíste, arrepende-te e volta à prática das primeiras obras; e, se não, venho a ti e moverei do seu lugar o teu candeeiro, caso não te arrependas.” (Ap 2:5)
  2. “Portanto, arrepende-te; e, se não, venho a ti sem demora e contra eles pelejarei com a espada da minha boca.” (Ap 2:16)
  3. Eis que a prostro de cama, bem como em grande tribulação os que com ela adulteram, caso não se arrependam das obras que ela incita.” (Ap 2:22)
  4. “Lembra-te, pois, do que tens recebido e ouvido, guarda-o e arrepende-te. Porquanto, se não vigiares, virei como ladrão, e não conhecerás de modo algum em que hora virei contra ti.” (Ap 3:3)
  5. “Assim, porque és morno e nem és quente nem frio, estou a ponto de vomitar-te da minha boca;” (Ap 3:16)

No “Tribunal de Cristo” (vide 2 Co 5:10; Rm 14:10-12), todos os cristãos terão suas obras provadas por alguma forma de fogo, sendo assim recompensados (μισθος “misthos”) pelo que não se queimar, e as Escrituras são claras ao dizer que para alguns pode ocorrer de que nada restará … serão esses como que “salvos através do fogo“:

… se o que alguém edifica sobre o fundamento é ouro, prata, pedras preciosas, madeira, feno, palha, manifesta se tornará a obra de cada um; pois o Dia a demonstrará, porque está sendo revelada pelo fogo; e qual seja a obra de cada um o próprio fogo o provará. Se permanecer a obra de alguém que sobre o fundamento edificou, esse receberá galardão [μισθος “misthos”]; se a obra de alguém se queimar, sofrerá ele dano; mas esse mesmo será salvo, todavia, como que através do fogo.” (1 Coríntios 3:12-15)

 

* artigo adaptado por mim com base em material de Perry Stone.

2 thoughts to “As Cinco Coroas e Um Alerta”

  1. A paz do Senhor Jesus irmão Dionei,

    Quero primeiramente parabenizar pelo excelente trabalho que vem desenvolvendo em seu blog. Tenho o acompanhado há algum tempo, e confesso que os artigos que publica aqui são muito interessantes.

    Gostaria de fazer algumas sugestões pontuais que talvez aperfeiçoem o seu blog e torne ele ainda melhor. Aprendi que devemos elogiar em público e fazer considerações em particular. Por isso, caso esteja interessado em minhas humildes considerações, pode entrar em contato comigo pelo meu e-mail.

    Um forte abraço e parabéns pelo blog.

  2. Bom artigo!
    Alguns detalhes:
    – A coros de espinhos de Jesus também é ‘stephanos’. Não se refere apenas às coroas dos atletas. É um termo genérico.
    – Em Hb 2:7 menciona uma coroa de honra.
    – A coroa menionada em 1 Ts 2:19 é a coroa de orgulho. (stephanos kaucheseos)
    Na paz, Alencar Kühn

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *