A Bondade de Deus na Correção

Uma das características do SENHOR é a Sua infinita bondade … Deus é bom no sentido pleno da palavra e tudo o que Ele faz comunica esse atributo de alguma maneira em algum nível.

Ao contrário do que muitos pensam, erroneamente, mesmo quando o SENHOR executa juízo que implica em dor e aflições aos Seus servos, ainda assim isso comunica a Sua bondade. Às vezes Deus aflige aos homens para o seu bem temporal e eterno; para o bem das suas virtudes a fim de receberem o bem da Sua glória, que é um bem muito mais excelente.

Pode alguém questionar a bondade do pai que corrige o filho para impedir que o seu vício ou o seu mau comportamento causem a sua ruína, disciplinando-o, por vezes até açoitando-o, e assim conduzindo-o à virtude e à honra? Crueldade e maldade seria o pai deixar o seu filho sem disciplina, deixá-lo miserável a uma situação à qual uma péssima educação o reduziria.

… quando julgados, somos disciplinados pelo Senhor, para não sermos condenados com o mundo.” (1 Coríntios 11:32)

Não seria maior bondade de Deus separar-nos do mundo para a felicidade com o Seu açoite, do que deixar-nos cair na condenação do mundo pelos nossos pecados? Davi entendia bem isso, pois conhecia profundamente a bondade de Deus, por isso ele disse:

… caia eu, pois, nas mãos do SENHOR, porque são muitíssimas as Suas misericórdias, mas nas mãos dos homens não caia eu.” (1 Crônicas 21:13b)

Não seria maior bondade do SENHOR causar-nos dor aqui pela Sua disciplina do que nos vermos açoitados no mundo do porvir? Como o SENHOR é o nosso pastor, não seria expressão de inimizade ou de má vontade de Deus, às vezes, fazer-nos sentir o peso da Sua vara de pastor para fazer-nos retornar ao Seu caminho? O próprio SENHOR deixa isso bem claro quando faz a Sua aliança com Davi …

Se os seus filhos desprezarem a Minha lei e não andarem nos Meus juízos, se violarem os Meus preceitos e não guardarem os Meus mandamentos, então, punirei com vara as suas transgressões e com açoites, a sua iniqüidade. Mas jamais retirarei dele a Minha bondade, nem desmentirei a Minha fidelidade. Não violarei a Minha aliança, nem modificarei o que os Meus lábios proferiram.” (Salmo 89:30-34)

A vantagem e o ganho das nossas dores e aflições constituem também, em conjunto com as nossas alegrias, um testemunho da bondade de Deus para conosco. A dor proveniente da disciplina, do açoite, é bem recompensada pelo acesso à glória superior, quando essa mesma dor nos direciona para os caminhos eternos.

… estais esquecidos da exortação que, como a filhos, discorre convosco: Filho meu, não menosprezes a correção que vem do SENHOR, nem desmaies quando por Ele és reprovado; porque o SENHOR corrige a quem ama e açoita a todo a quem recebe por filho.” (Hebreus 12:5,6)

Deus, porém, nos disciplina para aproveitamento, a fim de sermos participantes da Sua santidade.” (Hebreus 12:10b)

Deus é sempre bom, não importa qual seja a circunstância, a Sua bondade é sempre comunicada … mesmo nos Seus mais duros e pesados juízos …

One thought to “A Bondade de Deus na Correção”

  1. Palavras de vida, quão precioso é o nosso soberano Deus, sou grato a Deus por sua vida meu irmão Dionei!

    Com amor e carinho,

    Em Cristo Jesus.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *