Dica de Livro – A Morte da Razão

Ravi Zacharias é um grande apologeta cristão de nossa atualidade, este livro “A Morte da Razão – Uma Respostas aos Neoateus” (veja aqui), da editora Vida, surgiu a partir da leitura de Ravi sobre a obra de Sam Harris, “Carta a Uma Nação Cristã”, onde Harris tenta fazer uma crítica destrutiva em relação ao cristianismo. Evidencio o verbo “tentar”, porque Sam Harris nesta obra, demonstra sua completa ignorância sobre questões lógicas e, como os neoateístas atuais, ainda se mostra completamente ignorante sobre as implicações filosóficas de sua própria crença, o que por si só já é um acinte à inteligência de qualquer um que esteja familiarizado com os temas abordados.

Eu já li alguns livros e assisti palestras dos vários neoateus proeminentes de nossa geração, entre eles: Richard Dawkins, Sam Harris e o falecido Christopher Hitchens; todos eles são muito rasos em suas abordagens lógicas e filosóficas, na verdade, o fato de estarem com uma certa notabilidade, já diz muito sobre o mundo em que vivemos e a qualidade do pensamento mundial da população, principalmente a ocidental, que decaiu muito em conhecimento e valores. Reflexo direto dos novos métodos de educação, que mais deseducam do que efetivamente educam, e da enorme carência de leitura detectada em todo o mundo. Como afirma Ravi Zacharias, para quebrar a afirmação de muitos Neoateístas de que todas as religiões são iguais, gostaria de saber se teriam coragem de fazer esse tipo de discurso ateu e ofensivo, publicamente, num país Muçulmano da mesma forma que o fazem em países Cristãos, rapidamente veriam que existem sim, muitas diferenças entre diversos credos religiosos.

No livro “A Morte da Razão”, Ravi aborda as passagens mais relevantes escritas na obra de Sam Harris e faz uma confrontação direta da mesma com um pensamento coeso e afiado, o que acaba por evidenciar o quão raso são os argumentos e afirmações que Sam Harris levanta em sua obra. Como descrito no resumo da obra desse livro de Ravi:

“Quando você ora, você está falando com um Deus que existe? Ou Deus nada mais é do que o seu “amigo imaginário”, como o amigo invisível criado por uma criança solitária e imaginativa? Em ‘A Morte da Razão’, Ravi Zacharias destaca a confiabilidade da Bíblia, juntamente com a sua crença no poder e na bondade de Deus. Ele refuta as afirmações de Harris de que Deus não é nada mais do que uma invenção da sua imaginação e que os cristãos praticam regularmente a intolerância e o ódio ao redor do globo. Dr. Zacharias expõe ‘a falência total dessa visão de mundo’. E se você ainda não leu o livro de Harris, a resposta de Ravi continua sendo um poderoso conjunto de argumentos apaixonados e irrefutáveis para o pensamento cristão. A clareza e a esperança nestas páginas chegam aos leitores que conhecem e seguem a Deus, bem como para aqueles que rejeitam a Deus”.

Abaixo um vídeo que traduzi e legendei sobre um desses tipos de questionamentos típicos de neoateus rasos e a bela resposta de Ravi, feita na Universidade da Pensilvânia após uma palestra sobre as verdades morais, abaixo deste vídeo um outro, mas esse em Inglês com uma rica palestra de Ravi na Universidade de Princeton sobre o motivo de ele não ser um ateu.

2 thoughts to “Dica de Livro – A Morte da Razão”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *