O Anticristo e o Mahdi Muçulmano – São Eles a Mesma Pessoa?

por Michael Youssef,

 

 

Muitas pessoas, religiosas e não-religiosas, fazem-se perguntas sobre uma palavra que ouvem no uso da mídia quando esta se refere ao ISIS e a outros grupos jihadistas islâmicos. Essa palavra é “apocalíptico”, que é usada quando se refere especificamente ao fatalismo dos islamitas.

As pessoas se perguntam, por que tantos muçulmanos (sunitas e xiitas) operam desse modo “apocalíptico”, essa mentalidade de fim do mundo?

A nossa sociedade secular, no entanto, juntamente com a falta de cuidado dos meios de comunicação, está fazendo uso de palavras tais como “apocalíptico”, mas sem usá-las corretamente e sem dar alguma explicação. Isso cria uma grande confusão para alguns, muitos dos quais só levantam as mãos em resignação e dizem: “Eu não entendo isso”.

Mas para aqueles que querem entender, eu estou oferecendo esta coluna em duas partes, tendo trechos do meu livro mais recente, “Jesus, Jihad e Paz”. Espero que isto venha a colocar as coisas em perspectiva, por isso, quando a mídia diz que uma entidade islâmica (como o ISIS, a Al-Qaeda, o Irã, etc.) opera com uma visão apocalíptica, você possa entender o sentido disso.

A palavra apocalipse, na verdade, não se refere a um evento desastroso, catastrófico, de fim do mundo. É uma palavra grega, a raiz dela significa revelação, ou coisas reveladas que estão escondidas. Por exemplo, sabemos que o último livro da Bíblia é conhecido como revelação em Inglês, mas na língua original grega, é Apokalupsae. Ele revela o que está acontecendo no reino celestial, bem como sobre eventos no futuro.

O conceito do Anticristo

Tanto o Antigo Testamento e o Novo Testamento falam de uma figura do fim dos tempos, o Anticristo, cerca de 600 anos ou mais, antes do Islã entrar em cena. Esse momento será importante quando eu explicar o “fim dos tempos” do Islã com a vinda de um Mahdi em minha próxima coluna.

O Anticristo é conhecido por vários nomes. Paulo o chama de “o iníquo”, “o homem do pecado” e “o homem fadado à destruição”, que “se levanta contra tudo que se chama Deus ou é objeto de adoração, de forma que ele se apresenta no templo de Deus, proclamando ser Deus” (2 Ts. 2: 1-12). A descrição mais detalhada do Anticristo está em Apocalipse 13, onde o apóstolo João se refere ao Anticristo como “a besta”. No Antigo Testamento o profeta Daniel descreve as obras abomináveis do Anticristo, mas não lhe dá o nome ou título (Dan. 9:27).

Quem, então, é o Anticristo, cujo breve, mas com um terrível reinado que está previsto tanto no Antigo como no Novo Testamento? Ele será um líder mundial do poder político, militar e religioso sem paralelo. Ele vai ser charmoso, persuasivo e popular além da medida. O mundo não vai conhecê-lo como o “Anticristo”, mas por algum nome atraente e um título atraente. Mas, assim como a palavra “anticristo” sugere, ele vai ser o oposto do que é o Senhor Jesus Cristo em todos os sentidos. Tudo o que Cristo é, o Anticristo não é; tudo o que Cristo não é, o anticristo é.

Jesus veio do céu (João 6:38); o Anticristo vem do Abismo, o domínio espiritual do mal (Ap 11: 7). Jesus veio em nome do Pai; o Anticristo vem em seu próprio nome (João 5:43). Jesus foi desprezado pelo mundo (Is. 53: 3); o Anticristo será adorado pelo mundo (Apocalipse 13:3-4). Jesus veio em humildade como servo (Fp 2:7-8). o Anticristo vem em orgulho, afirmando ser Deus (2 Ts 2:4; Dan 11:36). Jesus é a verdade (João 14:6); o Anticristo é a mentira (2 Tessalonicenses 2:9-11.). Jesus é o Filho de Deus (Marcos 1:1; Lucas 1:35); o Anticristo é o filho da perdição (2 Ts. 2:3).

O apóstolo Paulo nos diz que o mistério (ou secredo) da divindade é que o próprio Deus nos foi manifestado em carne humana (1 Tm. 3:16) – e que o mistério (ou secredo) da ilegalidade é que Satanás produziu um falso Cristo, o Anticristo, Satanás envolto em carne humana (2 Ts. 2:6-8). Jesus é o verdadeiro Pastor; Satanás terá seu pastor do mal, o Anticristo. Jesus é o Santo de Deus; o Anticristo será o iníquo de Satanás. Jesus é o Homem das Dores; o Anticristo será o homem do pecado.

Um Anticristo e muitos anticristos

Em primeiro lugar, o anticristo está vindo – um homem sem lei que virá em poder de Satanás, exigindo ser adorado como Deus, destruindo todos aqueles que amam a Deus. Mas João nos diz que existem muitos outros anticristos, enganadores menores que também são auto-exaltados, maus e destrutivos. Eles são anticristos, mas eles não são o Anticristo.

Jesus nos diz que, pouco antes de seu retorno, o Anticristo surgirá durante uma época de caos global e confusão, quando o mundo estiver em convulsão política, social, financeira e ecológica. As pessoas estarão aterrorizadas no mundo, desesperadas por um líder forte, virão a este homem e lhe darão o controle dos governos do mundo.

Daniel nos diz que o Anticristo vai falar “arrogantemente” (Dan. 7:8), mas é claro que estas não serão ostentações vazias. O Anticristo parecerá possuir um brilho sobre-humano. Ele vai ser um orador carismático sem igual, o maior vigarista que já viveu, e ele vai unir as nações sob o seu domínio. No início, ele vai parecer um ditador sábio e benevolente, trazendo paz, prosperidade e esperança. Mas uma vez que ele esteja firmemente no controle das engrenagens e alavancas do poder, ele vai revelar as suas verdadeiras intenções.

O caminho já tem sido pavimentado para um líder. Os ateus, humanistas, místicos da Nova Era, hindus, budistas e islamitas têm pouco em comum uns com os outros, mas todos eles compartilham na crença de que Jesus não é o único caminho para a salvação. Há mesmo muitos auto-denominados “cristãos” que negam a afirmação do Senhor de ser o único caminho para Deus. Por isso, será fácil para o Anticristo estabelecer-se por muitos como uma alternativa aceitável.

Nestes dias onde as visões de mundo estão em desordem e confusas, é de vital importância conhecer a verdade. Afinal, Jesus disse: “A verdade vos libertará”. Como se desenrolam os acontecimentos, precisamos vê-los, não só através da lente da câmera, mas também através da lente da revelação bíblica.

Que o anticristo virá isso já é conhecido – apenas o momento é que é desconhecido. Apesar de não se saber a hora da noite que o ladrão vem, devemos estar preparados de qualquer forma.

Os muçulmanos vêem o Mahdi como um salvador, que irá liderar uma revolução global e estabelecerá um império islâmico em todo o mundo. O Mahdi governará a Terra como o Califa final do Islã (um califa é tanto um governante político como um representante espiritual de Deus na Terra).

Os muçulmanos reverenciam Jesus (a quem eles chamam de Isa) como o Masih ou Messias. Na escatologia islâmica, o Mahdi vai chegar ao mesmo tempo em que o Isa retorna. O Isa vai descer à Terra na Síria, a leste de Damasco, vestido com vestes amarelas, e ajudará o Mahdi, que governará o mundo por sete anos (ou, em algumas tradições islâmicas, nove ou 19 anos). No final do governo do Mahdi, haverá um dia de juízo para toda a raça humana.

Os paralelos entre o Anticristo bíblico e o Mahdi do Islã são de arrepiar. Ambos estão associados com o fim dos tempos e o julgamento. É dito que ambos possuem poder político, militar e religioso, e serão os cabeças de uma religião mundial. O Mahdi irá forçar todas as pessoas não-muçulmanos a se converterem ao Islã. Como o Anticristo, o Mahdi irá estabelecer Jerusalém como sua capital, a partir da qual ele vai governar a Terra.

Estudiosos islâmicos, Muhammad ibn Izzat e Muhammad Arif, escrevem na obra Al-Mahdi e o Fim dos Tempos: “O Mahdi será vitorioso e erradicará esses porcos e cães e os ídolos do momento, de forma que será mais uma vez um califado com base na profecia como afirmados pelos hadiths. … Jerusalém será o local do califado corretamente orientado e do centro de governo islâmico, que será dirigido pelo Imam al-Mahdi. … Isso vai abolir a liderança dos judeus … e colocará um fim à dominação do Satanás que cospe o mal nas pessoas e faz com que haja corrupção na terra, tornando-os escravos de falsos ídolos e governa o mundo por outras leis do que a Sharia [lei islâmica] do Senhor dos mundos [Alá]”.

Embora os muçulmanos venerem Jesus como profeta, eles negam que Jesus é o Filho de Deus. Judeus e cristãos são, para os fundamentalistas islâmicos, “porcos e cães”, que devem, ou se converterem ao islamismo ou serem eliminados. A profecia bíblica deixa claro que o Anticristo terá como alvo aos judeus e cristãos para destruição, assim como as profecias islâmicas afirmam que o Mahdi irá travar uma guerra contra judeus e cristãos. Aqueles que se opõem a religião mundial do Anticristo serão executados.

O estudioso muçulmano, Imam Muhammad Baqir, afirma claramente como o Mahdi irá estabelecer a sua religião única no mundo: “Deve haver derramamento de sangue e uma jihad para estabelecer o domínio do Imam Mahdi”. E o aiatolá Ibrahim al-Amini do Centro de Ensino Religioso em Qom, concorda: “O Mahdi irá oferecer a religião do Islã para os judeus e cristãos, se eles aceitarem, eles serão poupados. Caso contrário, eles serão mortos”.

Daniel nos diz (e Jesus afirma isso no Sermão do Monte) que o Anticristo estabelecerá “a abominação que causa desolação” no Templo de Jerusalém. O apóstolo Paulo acrescenta que o Anticristo “vai se opor e se levantará contra tudo que se chama Deus ou é objeto de adoração, de forma que ele se apresenta no templo de Deus, proclamando-se Deus” (2 Ts. 2:4). Uma vez que o Templo foi destruído em 70 dC, como Jesus predisse, o que levou alguns (não todos os cristãos) sugerirem que o templo judaico deverá ser reconstruído no Monte do Templo antes que o Anticristo venha a ser revelado para o mundo.

No entanto, a cúpula dourada no topo do Domo da Rocha e a mesquita de Al-Aqsa estão no Monte do Templo hoje. Um dos Hadiths Islâmicos (tradições) registra que o Profeta Muhammad disse: “[Exércitos transportando] bandeiras negras virão de Khurasan [Irã e Afeganistão], nenhum poder será capaz de detê-los e eles vão finalmente chegar em Eela [a mesquita de Al-Aqsa em Jerusalém], onde eles vão erguer suas bandeiras. “Na tradição islâmica, bandeiras pretas simbolizam uma conquista violenta, e os muçulmanos esperam uma conquista de Jerusalém pelo Mahdi, quando ele estabelecer o seu reinado a partir do local do Templo.

Daniel 9:27 nos diz que o Anticristo vai estabelecer uma aliança de sete anos com Israel, mas ele vai quebrar o pacto depois de três anos e meio, profanará o templo com “uma abominação que causa desolação”. Os Hadiths do Islã (tradições) também falam de uma aliança de sete anos que o Mahdi faz com Israel: “O Profeta disse: Haverá quatro acordos de paz entre vocês e os romanos. A quarta será mediada através de uma pessoa que vai ser da descendência de Hadrat Aaron [Honroso Aarão, irmão de Moisés] e será mantida por sete anos”.

Não pode haver nenhuma dúvida: os muçulmanos estão se preparando para aceitar o Mahdi como seu líder – e o Mahdi é indistinguível do líder do mundo que conhecemos como o Anticristo.

Trago tudo isso a sua atenção para que possamos ter uma perspectiva inteligente ao ver os eventos atuais que se desenrolam no Oriente Médio.

Mas os cristãos não devem temer.

Independentemente de o Anticristo vir nesta geração ou daqui a cem anos a partir de agora, aqueles que colocaram a sua fé no Messias de Deus, Jesus, o Cristo, não temem a ninguém, nem mesmo a morte. Sua eternidade está segura naquele que é o único que venceu a morte e ressuscitou do túmulo.

 

* Artigo traduzido por mim, link original aqui: The Antichrist And The Muslim Mahdi – Are They One And The Same?

8 thoughts to “O Anticristo e o Mahdi Muçulmano – São Eles a Mesma Pessoa?”

  1. Temos algo em comum. Que o Islã é o anticristo, mas é necessário desassociar essa questão da doutrina dispencionalista que ao longo do tempo estragou mentes cristã com suas fabulas como por exemplo:
    Acordo de Sete anos, um ditador se sentar no templo etc. pois como você diz são revelações, a bíblia e muito enigmática e tem muita coisa diferente do que eles os dispencionalista assinaram.
    E acredito também que não devemos dar credito a profecias satânicas como a deles os muçulmanos.
    Convido a da uma olhadinha na minha visão. A Paz de Cristo.

    http://filhinhosjaeaultimahora.blog.com.br/blog/

    1. discordo de seu comentário, e concordo plenamente com o artigo acima. Todavia endosso que não podemos esquecer do Falso profeta – que pelos textos apocalípticos compreendemos que será um grande líder religioso que por seu papel de conciliador mundial (ver o ecumenismo) fará com que as nações o adorem!!!! Rapaz, o alcorão fala 25 vezes sobre Jesus, e fala 34 vezes sobre Maria!!!! Tu achas que eu tô falando besteiras???? então eu peço desculpas, pois olhando o panorama histórico e as profecias bíblicas… é o que realmente vai acontecer!!!

  2. A diferença aqui do meu pra o seu comentário, é que afirmo que muitas coisas já aconteceu e já não são profecias, e sim, história e você crer que ainda vai acontecer. como por exemplo o Falso Profeta e o iníquo que você espera é MAOMÉ, que leva bilhares de pessoas a perdição. Que a Mesquita de Al-aqsa é a abominação que está assentada no lugar santo (templo para Alá que parece ser Deus) e não um homem como muitos esperam. Ou esse acordo de sete anos como disse que foi a visão dispencionalista que criou isto, pois o acordo quem fez foi o Senhor Jesus com os Judeus e na metade dos sete anos ele faz cessar o sacrifício aos olhos de Deus com o seu sacrifício. Dn 9.27
    E que o crente não pode acreditar na figura do Madih só porque o Alcorão diz que essa figura vai aparecer, pois o Alcorão é satânico e não podemos acreditar em profecia satânica. O Diabo não é profeta mas conhece as profecias e se utilizou desse artifício quando esteve no deserto com Maomé recitando o Alcorão Mt 24.26, Gl 1.8, 2 Co 11.14, enquanto as profecias bíblicas para o fim dos tempos estava SELADAS pelo profeta Daniel 12.4. e criou essa figura do Madih espécie do Messias muçulmano com características de Cristo para confundi a muitos. Mas o Selo de Daniel foi aberto nestes últimos dias e tudo isso está sendo revelado e ainda vai ser por questão de tempo.
    Então como disse temos algo em comum o ISLÃ, a questão é olhar pra trás para historia e não tanto para frente pois para frente pouco falta para tudo findar. (veja sobre a historia de Maomé e quem foi ele).
    A paz de Cristo.

  3. Amados Deus Deus não é homem para mentir então vocês estão vendo a professias já se estão cumprindo pois eu digo AAAcordem vocês que estão dormindo no sono da indolência Cristãos vão ler a bíblia Deus vai ter mostrar a verdadeira revelação ele vai fechar a arca e quem não entra vai ficar acoordem a professias esta se cumprindo ou seja olha a crise no mundo jente. Acorda arcorda

  4. Deus seja louvado gloria gloria gloria gloria A Deus todo poderoso dai gloria dai gloria Cristão não fica debatendo sobre palavra ei crente vai orar vai resgatar almas que estão perecendo indo para o tormento vai orar pedir para Deus salva o meu vizinho vai pregar para a prostitutas. Alcoólatras, os drogados,ladrois,vai ganhar vidas para Jesus estes sim precisam de Deus e para de discutir chegar de de bati o verdadeiro crente ele saber que a palavra de Deus é verdadeira e pronto agora ora para Jesus salvar a nossa familia amém. Fique na paz.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *